.........

São Paulo Ministra quer modernizar gestão da Ceagesp

.........

Kátia Abreu tratou do assunto com comerciantes atacadistas que trabalham em entreposto da companhia

Kátia Abreu: mudança com transparência (Fotos: Inácio Shibata)

A ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) defendeu nesta quarta-feira (26) a adoção de um sistema de gestão mais adequado e moderno para a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). “Temos de pensar num modelo autônomo, independente. Vou consultar a proposta dos comerciantes, mas também vou ouvir profissionais experientes para chegarmos a um modelo mais adequado e moderno”, disse ela, durante reunião com representantes dos sindicatos de comerciantes atacadistas que trabalham na Ceagesp, na capital paulista.

Durante o encontro, eles entregaram à ministra um estudo que propõe um novo modelo de gestão da Ceagesp, com maior participação da iniciativa privada na administração do entreposto da cidade de São Paulo. O mesmo estudo já havia sido entregue à diretoria da companhia há cerca de dois meses.

Segundo Kátia Abreu, o estudo também poderá ajudar no planejamento da mudança de local do entreposto da capital, hoje na Vila Leopoldina, na zona oeste de São Paulo. A unidade da Ceagesp enfrenta problemas de congestionamento de trânsito, falta de espaço e estrutura inadequada.

O atual entreposto da capital funciona no local há quase 50 anos. Os estudos para a mudança para um lugar mais adequado deverão começar em breve e envolvem o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Ceagesp, a prefeitura de São Paulo e o Ministério do Planejamento.

Comissão

De acordo com a ministra, também haverá outras conversas com a diretoria da Ceagesp sobre a mudança de local. “Tudo será tratado com muita transparência”.  Uma comissão nomeada pelo Mapa e pelo Ministério do Planejamento cuidará especialmente desse processo de transferência, disse Kátia Abreu. “A presidenta Dilma me pediu para cuidar disso pessoalmente.”

A ministra também ouviu dos comerciantes algumas queixas quanto ao funcionamento do entreposto da Ceagesp – como a infraestrutura defasada para o crescente volume de comercialização de frutas, legumes, verduras, flores e pescado. Segundo eles, há problemas de manutenção que atrapalham o trabalho – e sobre outros assuntos.

Participaram da reunião com a ministra o presidente da Acapesp (Associação dos Comerciantes do Comércio Atacadista de Pescados do Estado de São Paulo), Jiro Yamada; o presidente do Sincaesp (Sindicato do Comércio Atacadista em Centrais de Abastecimento do Estado de São Paulo), José Luiz Batista; o presidente da Apesp (Associação dos Permissionários do Estado de São Paulo), Luiz Antonio Paim, e o presidente do Sindicato Rural do Estado de São Paulo, Yuichi Ide. Também esteve o presidente do Sindicato de Carregadores Autônomos em Centrais de Abastecimento do Estado de São Paulo, José Pinheiro de Souza.

Ministra recebeu de comerciantes atacadistas estudo sobre novo modelo de gestão

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de comunicação social

Fonte : Mapa