Seminário, na Serra Gaúcha, discute a sucessão familiar

Advogado Ricardo Alfonsin, mediador do painel sobre sucessão familiar.

Advogado Ricardo Alfonsin, mediador do painel sobre sucessão familiar.

O II Seminário A Voz do Campo, que acontece entre os dias 10 e 12 de agosto, no Hotel Wish Serrano, em Gramado, na Serra Gaúcha, tem como assunto principal a sucessão familiar. Serão três dias de palestras, informações técnicas, feiras, debates, relacionamento e projeções de mercado. Nesta segunda-feira (10), o advogado e presidente da Comissão especial de Direito agrário e do Agronegócio da OAB/RS, Ricardo Alfonsin, foi o mediador do painel que teve como título o tema do evento: “Sucessão nas empresas rurais: desafios e soluções para a segunda geração”. Cerca de 500 pessoas, de todo o Brasil, lotaram o auditório onde acontecia o evento. Participara do painel o engenheiro agrônomo Cilotér Irribarém, da empresa Safras e Cifras e Flavio Cazarolli, engenheiro agrônomo e sócio da empresa Foco Rural, com atuação nas áreas de gestão financeira, gestão de pessoas, sucessão familiar e planejamento estratégico. “É fundamental que ocorra preparação para a segunda geração trabalhar em sociedade. Muitas empresas terminam na segunda geração porque a sociedade não se escolheu livremente. Quando tratamos de sucessão familiar em empresas rurais a situação é bem mais complexa, pois o maior valor do patrimônio é a terra. Esse patrimônio é muito difícil de dividir entre os herdeiros, devido a suas peculiaridades de estrutura de produção”, alerta Cilotér Irribarém. Fonte: Redação – Lilian Lima