.........

Sartori se junta a governador de SC para solicitar recursos a ministro

.........

José Ivo Sartori e Raimundo Colombo se reuniram com Joaquim Levy.
Ministro da Fazenda diz que analisará pedido; hoje a reunião é com Dilma.

 

Governadores de RS e SC se reúnem com ministro Joaquim Levy (Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini)

Governadores de RS e SC se reúnem com ministro Joaquim Levy (Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini)

Antes da reunião com a presidente Dilma Rousseff, agendada para esta quinta-feira (30) em Brasília, o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, junto ao governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, se encontraram com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, para solicitar ajuda financeira aos três estados do Sul do país.

saiba mais

Sartori destacou que a iniciativa foi apresentada em conjunto porque atualmente ele preside o Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul), e Colombo é o vice.

"É uma questão de longo tempo, mas é um pleito para estabelecer um bom desenvolvimento regional, como outros têm”, afirmou o governador gaúcho. "Estamos tratando de desenvolvimento de programas que possam movimentar a economia do Rio Grande do Sul", completou.

Um dos pedidos foi a liberação de recursos no valor de R$ 750 milhões para Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, via Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), para que possam ser aplicados nos pequenos municípios e movimentar as economias locais e impulsionar o desenvolvimento regional.

No encontro, do qual também participaram os secretários da Fazenda do Rio Grande do Sul, Giovani Feltes, e de Santa Catarina, Antonio Gavazzoni, e o presidente do BRDE, Newton de Conto, foi manifestado apoio ao Convênio 70, que, segundo Sartori, reduz a guerra fiscal existente no país e que também começa a aparecer nos municípios.

"A diminuição da guerra fiscal é boa para o Rio Grande e para o país inteiro, para se começar a equalizar as questões nacionais no que concerne à disputa de investimentos", disse. O governador ressaltou que o encontro foi também um momento para tratar da realidade financeira do estado e do país.

Fonte : Globo