.........

Santa Monica amplia produção de grãos de qualidade

.........

Daniel Wainstein/Valor / Daniel Wainstein/Valor
Arthur Moscofian Jr., do Café Santa Monica: receita deverá crescer 20% este ano

Mesmo com os preços baixos do café e com o aumento dos custos de produção, uma empresa que produz café gourmet em Machado, no Sul de Minas, está ampliando o volume de grãos especiais. O faturamento do Café Gourmet Santa Monica deverá crescer cerca de 20% este ano em relação aos R$ 14,2 milhões registrados em 2012.

A receita da companhia vem subindo cerca de 20% anualmente há oito anos, segundo Arthur Moscofian Jr., diretor e fundador da empresa. De lá para cá, a Santa Monica investiu cerca de R$ 15 milhões em fertirrigação e mecanização, o que garantiu a ampliação da colheita de 15 mil para 25 mil sacas por safra e a redução, em cerca de 25%, do custo de produção na fazenda.

A fertirrigação também possibilita a realização de uma única e grande florada, permitindo que se colha o grão no ponto cereja. Por isso, conforme Moscofian, é possível fazer 80% da safra de cafés gourmet, índice superior se comparado à média de outras fazendas, de 20%, diz.

Outra técnica que permite ampliar a produção é a chamada "safra zero", que consiste em podas laterais e superiores, aumentando a produção de ramos e, consequentemente, a de grãos. Em um ano a produção é nula, em outro mais que duplica o rendimento. O método é feito em metade da área a cada ano para garantir produção em toda safra.

Para proporcionar um sabor adocicado e intenso da bebida, sem amargor, os grãos permanecem nove dias no terreiro para secagem, sem a retirada da casca, o que faz com que o açúcar da casca passe para os grãos. Além disso, é utilizada casca de laranja como adubo orgânico a cada cinco anos, o que também contribui para levar açúcar aos grãos de café na planta. "Nossa missão é fazer com que o brasileiro deguste o melhor café que o país produz", afirma Moscofian Jr.

A empresa fornece cafés gourmet para cafeterias, restaurantes e panificadoras em todo o país, nas opções espresso e para filtro. Por mês, são produzidas cerca de 45 toneladas nas torrefações em Machado (MG) e em São Paulo.

O Café Gourmet Santa Monica ainda exporta café verde e torrado para vários países. No ano passado, foram embarcadas 144 toneladas de grãos verdes e 120 toneladas de café industrializado. A empresa analisa se vai abrir ou não uma torrefação na Suíça, cujo convite partiu da cidade de Neuchâtel.

A companhia consegue comercializar a saca de café gourmet por cerca de R$ 750 para exportação e R$ 650 no mercado interno, valor acima da commodity, em torno de R$ 300. (CF)

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3185452/santa-monica-amplia-producao-de-graos-de-qualidade#ixzz2Y521LLt4

Fonte: Valor | Por De São Paulo