.........

SAFRA DE INVERNO | Produção de trigo poderá ficar menor no ciclo atual

.........

Estimativa aponta queda de 14,6%, mas cereal ainda é aposta de produtores

A escassez de chuva na largada do plantio de trigo no Rio Grande do Sul dá sinais de uma eventual redução na produção no Estado, conforme estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Apesar do indicativo, a expectativa é de que a cultura de inverno irá recuperar em parte os prejuízos da safra de verão.
Conforme o 10º levantamento da Conab, divulgado ontem – e que aponta dados referentes ao mês de junho –, a produção gaúcha da safra de trigo 2012/2013 deve ter redução de 14,6%, não passando de 2,34 milhões de toneladas.
– A persistência da estiagem no início do plantio pode ter comprometido o potencial da produção de trigo. Mas as estimativas são preliminares, pois o plantio ainda não terminou – pondera o superintendente regional da Conab no Estado, Glauto Melo Junior.
Pelo levantamento, houve um aumento da área de trigo, reflexo da esperança dos produtores de reverterem os prejuízos da safra de grãos de verão – que teve quebra de 44% somente nas lavouras de soja. Principal produtor nacional de trigo, após desbancar o Paraná no último ano, o Rio Grande do Sul tem 85% da área semeada.
Apesar do plantio tardio em algumas regiões, em razão do prolongamento da estiagem, os produtores não chegam a vislumbrar impactos negativos devido às condições climáticas.
– Os limitadores hoje são os altos custos de produção, especialmente dos insumos agrícolas, cotados em dólar – aponta o presidente da Comissão de Trigo da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Hamilton Jardim.
joana.colussi@zerohora.com.br

JOANA COLUSSI

Fonte: Zero Hora