.........

RURAL NOTÍCIASNOTÍCIAS – VENCE EM MAIO – Bancada ruralista tenta adiar CAR para 2018

.........

Parlamentares alegam que atrasos na implementação do sistema prejudicaram os produtores

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Produtores e governo levam desafio do CAR para 2016
A bancada ruralista pressiona o congresso para que seja aprovado um projeto de lei que adia o cadastro ambiental rural (CAR), com vencimento em 5 de maio, para 2018. O PL, de autoria do senador Romero Jucá (PMDB), baseia-se em dados divulgados nesta quinta-feira, dia 18, pelo Ministério do Meio Ambiente, em que 34% das propriedades ainda não tinham sido cadastradas até 31 de janeiro. Os parlamentares afirmam que atrasos na implementação do sistema nos estados e municípios prejudicaram os produtores.

Porém, até janeiro deste ano, foram registrados mais de 262 milhões de hectares, o que significa 66% das áreas passíveis de cadastramento, um balanço positivo para o Serviço Florestal Brasileiro (SFB).  A região com o maior percentual de área cadastrada é a Norte (82,70%), enquanto a Sul é a que, até o fechamento do estudo, menos tinha aderido (33,10%).

O diretor geral do SFB, Raimundo Deusdará, lembra que o CAR é obrigatório e quem não cadastrar a propriedade dentro do prazo perderá benefícios, como a possibilidade de ter multas suspensas e ainda poderá “ter constrangimentos ao pedir acesso ao crédito a partir de 2017”, já que de acordo com o novo código florestal, quem não tiver o cadastro não poderá ter acesso a crédito rural a partir do ano que vem.

Para a próxima semana, um grupo de parlamentares está organizando uma reunião com a ministra do Meio Ambiente, Isabela Teixeira, para pedir a prorrogação do prazo do CAR. Eles também se preparam para discutir a questão em uma audiência pública no início de março.

Fonte : Canal Rural