.........

RURAL NOTÍCIASNOTÍCIAS – EVENTO – Controle da erva daninha volta a desafiar produtores de grãos em Mato Grosso

.........

Fonte:Franciele Dalmaso/Embrapa

Principal preocupação de produtores que visitam o Show Safra BR-163 em busca de melhor manejo das lavouras é controle de invasoras

No Show Safra BR-163, feira realizada em Lucas do Rio Verde (MT), agricultores estão em busca de informações para melhorar o manejo das lavouras do médio-norte do estado. A principal preocupação é o controle de plantas daninhas.

O pesquisador da Embrapa Fernando Adegas acredita que o principal desafio para os produtores de grãos é voltar a perceber que a planta daninha é um tema importante.

“Número um: planta daninha voltou a ser importante. Segundo: que tipo de manejo diferente que estou fazendo atualmente que eu vou ter que assumir? E alguns requerem custo, pelo menos em curto prazo, um pouco maior. Vou ter que ajustar o sistema de acordo com a minha propriedade”, aponta.

E para melhorar os resultados no campo, os agricultores sabem que ouvir os especialistas é o primeiro passo.

“As palestras são importantes para descobrirmos novos produtos e mecanismos de ação dos quais não temos conhecimento. O produtor tem pouca informação. De onde vem acontecendo esta grande resistência e quantidade de plantas daninhas que está aparecendo?”, diz o produtor rural Gilberto Ebehardt.

Unindo o conhecimento técnico com a oportunidade de fazer negócios e ter contato com as principais empresas do setor, o Show Safra tem se tornado um dos maiores eventos do Centro-Oeste brasileiro.

O presidente do Show Safra BR-163, Joci Piccini, acredita que a feira discute bem os ganhos que os produtores podem ter com o uso adequado de tecnologia.

“Acredito que os produtores têm orgulho da feira, que tem palestras técnicas que vão ao encontro das nossas dificuldades após a safra. Sempre temos algo que não ficou resolvido, que veio diferente de um ano para o outro. E eu tenho certeza que o Show Safra é uma feira que a cada ano tem crescido 20%. Mas tem crescido mais no ganho que o produtor, de vir aqui e levar conhecimento para a sua propriedade no dia a dia”, completa.

  • Pedro Silvestre, de Lucas do Rio Verde (MT)
  • Fonte : Canal Rural