.........

RURAL NOTÍCIASAGRICULTURANOTÍCIAS – EXPECTATIVA – Produtor espera queda de juros para o próximo Plano Safra

.........

Fonte:Reprodução

Preocupação aparece na edição do Show Safra BR-163, principalmente na hora de renovar o maquinário

Em Mato Grosso, tem muito produtor querendo comprar máquina nova, construir armazém e investir em novas tecnologias. Por esse motivo, as lideranças pressionam o governo para baixar os juros e melhorar as condições de pagamento junto aos bancos. Em Lucas do Rio Verde (MT), os produtores demonstram essa preocupação na hora de renovar o maquinário ao visitar os estandes do Show Safra BR-163.

Para o gerente de agência da cooperativa de crédito Sicredi, Cláudio Roberto Tomazoni, existe a expectativa de novos negócios, mas o produtor está atento ao mercado. "O que a gente percebe é que o produtor está mais propenso a fazer investimento, mas ele está fazendo contas de olho nos preços da soja e do milho, que não têm um cenário muito favorável.”

Já para o produtor rural Régis Porazzi, a renovação da tecnologia é fundamental para se manter no negócio. "A nossa região precisa da reposição de equipamentos. Nós não compramos máquinas só pra decorar a nossa fazenda e sim porque o perfil da nossa região é diferenciado. Ela exige que nós mantenhamos um nível de tecnologia pra continuarmos na atividade”, disse.

A expectativa das lideranças de Mato Grosso é pela redução das taxas de juros no próximo Plano Safra e o setor sugere números que são mais adequados à realidade dos produtores. "Nós estamos na casa de 8,5 e queremos que caia pra 6. No investimento na base de 7,5, que caia pra 5. Então, nós queremos que não passe de 6%, tanto no custeio quanto no investimento", analisou o deputado Nilson Leitão, presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária.

Para o presidente da Aprosoja de Mato Grosso, Endrigo Dalcin, é preciso avançar neste assunto. “É um tema tão importante que vai solucionar um pouco da pressão logística das estradas. Tendo um armazém na propriedade e um momento mais tranquilo para comercializar a safra, o produtor vai ter uma pressão menor também nas estradas e durante a colheita.”

Fonte :Canal Rural