RURAL NOTÍCIAS – GREVE – Caminhoneiros ameaçam parar em fevereiro de 2016

Durante encontro com o ministro dos Transportes, entidade da categoria entregou reivindicações sobre pedágios, dívidas e medida provisória

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Protestos dos caminhoneiros já prejudicam a agropecuária
Governo endurece punição a caminhoneiros em greve
Se o governo não cumprir os pontos do acordo feito com os caminhoneiros no início deste ano, eles ameaçam com novas paralisações em fevereiro de 2016. O alerta foi dado nesta quarta-feira, dia 9, quando o Fórum Permanente para o Transporte Rodoviário de Cargas se reuniu com o ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, em Brasília.
 

Os representantes do fórum entregaram uma pauta de reivindicações. Uma delas é o refinanciamento das dívidas autorizado pelo BNDES. Segundo os caminhoneiros, apenas bancos públicos estão prorrogando o pagamento por doze meses. Outro item é a cobrança do eixo suspenso nos pedágios. Concessionárias de rodovias estaduais, principalmente em Mato Grosso, Paraná e São Paulo, seguem cobrando o pedágio de caminhões que trafegam vazios. Esses dois pontos são considerados os principais neste momento e podem ser decisivos para novas manifestações.
 

“Caso esses dois itens principais não sejam atendidos até o fim de janeiro, há indícios de que vai haver uma nova paralisação no início de fevereiro”, diz Miguel Mendes, diretor-executivo da Associação dos Transportadores de Cargas. Na reunião a portas fechadas que durou meia hora, também foi pedida ajuda do ministro para revogar a medida provisória 699, que tramita no Congresso e aumentou o valor das multas para quem realizar protestos e fechar rodovias.

“Se até lá essa medida não for revogada, a alternativa é que esses veículos fiquem estacionados nas empresas de transporte, na casa do caminhoneiro autônomo e que ele não saia pra trabalhar”, diz Mendes.

Fonte : Canal Rural