RR2 chega ao Brasil e entra em fase de teste

Receosos com preço da tecnologia, sojicultores querem avaliar viabilidade

A Monsanto deve lançar nacionalmente, amanhã, a política comercial da soja Intacta RR2 para a safra 2013/2014, que combina o controle às principais lagartas da soja, tolerância ao herbicida glifosato e potencial para incremento de produtividade. Ontem, representantes da multinacional estiveram reunidos com o presidente da Associação Brasileira de Sementes e Mudas (Abrasem), Narciso Barison Neto, na Farsul, na Capital, para apresentar os detalhes do plano comercial. Segundo Barison, o custo do royalty por hectare será de R$ 115,00 no país, cobrado diretamente na semente. O dirigente adianta que a empresa adotará uma política de bonificação, mas não deu detalhes.

Para 2013/2014, o RS terá sementes de RR2 para 430 mil hectares, o que corresponde a 10% da área da oleaginosa. Na avaliação de Barison, os produtores devem receber bem a tecnologia. ‘Neste ano, praticamente não vai ter venda, mas a procura será grande’, prevê.

Apesar da projeção otimista dos sementeiros, o vice-presidente da Aprosoja/RS, Laercio Pilau, diz que a RR2 não está causando entusiasmo em algumas regiões, como Santo Ângelo, São Miguel, Giruá e Catuípe. Na sua percepção, os sojicultores vão querer experimentar, plantar entre 10% e 15% da área, para avaliar a tecnologia. O custo por hectare (de R$ 250,00 a R$ 300,00) é considerado por ele muito elevado.

Fonte: Correio do Povo