.........

REPRESENTATIVIDADE – Nova diretoria do Sistema Famato é empossada para três anos de mandato

.........

Objetiva Fotos

Os diretores que ficarão à frente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) durante o triênio 2017-2019 foram empossados na noite de segunda-feira (06/03) em uma solenidade emocionante que reuniu mais de 1.000 pessoas no Cenarium Rural, em Cuiabá. Encabeçada pelo produtor rural Normando Corral, a chapa “Construindo o Futuro” foi eleita no dia 25 de novembro de 2016 com 59,1% dos votos válidos.

A principal meta da nova diretoria é implantar uma gestão participativa, regionalizada e descentralizada em que todos os Sindicatos Rurais possam manifestar suas demandas e participar das decisões importantes.

“Como Mato Grosso tem dimensões continentais, vamos dividir o estado em dez regiões administrativas, assim a Famato estará mais próxima do produtor rural. Vamos realizar reuniões regionais para identificar, com maior precisão, os problemas locais e buscar soluções que atendam a realidade da região”, explicou o novo presidente, Normando Corral.

O produtor rural Rui Prado, que liderou a Famato nos últimos dois mandatos, abriu a cerimônia falando da satisfação de ter presidido a entidade mãe do setor agropecuário de Mato Grosso. Prado aproveitou para agradecer o apoio que recebeu da família e dos companheiros das duas diretorias nos últimos seis anos. O ex-presidente também destacou os feitos do Sistema Famato durante o tempo em que esteve à frente das entidades que formam o sistema.

“Para nós é um orgulho muito grande fazer essa transmissão de cargo com a certeza de que avançamos muito nos últimos anos. Dentre os feitos realizados durante o tempo em que presidi o Sistema Famato, destaco a revitalização do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) que tornou-se referência nacional e mundial em dados do setor”, destacou Prado.

A modernização do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) com a elaboração de cursos e treinamentos para 15 novas cadeias produtivas, a construção dos centros de treinamentos que oferecem qualificação aos trabalhadores rurais, em pareceria com outras entidades do setor, e a entrega de sete Núcleos Avançados de Capacitação (NACs) também foram conquistas relembradas por Prado.

Após assinar a ata de posse, o novo presidente do Sistema Famato, Normando Corral, agradeceu a presença de todos na cerimônia e a recepção dos mato-grossenses aos produtores que vieram de outros estados para desbravar Mato Grosso a partir da década de 70. Corral também fez uma homenagem ao falecido deputado federal Homero Pereira, que também presidiu a entidade.

“Fui eleito aqui para representar os produtores e nos próximos três anos à frente dessa diretoria farei mais do que o possível para a defesa dos nossos direitos. Não só exigindo o que é nosso, mas também pedindo, solicitando e conduzindo para que isso aconteça da melhor forma possível. Nós quebramos recordes de produção, não podemos permitir que a produção depois de colhida se perca nas estradas em caminhões e atoleiros como vemos na BR-163. Isso tem que parar de acontecer nesse país”.

Emocionado, Corral saudou sua mãe, Dona Tereza: "Sou o seu sétimo filho, o caçula. Tenho grande orgulho e alegria em poder te mostrar que aquele moleque, ‘da pá virada’, que muito trabalho lhe deu, transformou-se num homem, que muito trabalha. Essa homenagem faço à senhora. Para mim, é uma alegria imensurável contar com a sua presença aqui, do alto dos seus 88 anos”.

Normando lembrou que, coincidentemente, no dia 6 de março de 1984 mudou-se para Mato Grosso junto com sua esposa Maristela. “Você, outra mulher importante na minha vida, me proporcionou dois momentos especiais. O primeiro foi o nascimento do nosso filho, José Otávio, e o segundo é este. Muitas pessoas me ajudaram a chegar até aqui, mas nada disso seria possível sem a sua presença, o seu companheirismo e o seu amor. Obrigado. Eu te amo”, declarou.

A cerimônia de posse da nova diretoria do Sistema Famato foi prestigiada por autoridades nacionais e estaduais. Dentre elas o presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) João Martins da Silva. “Me sinto feliz aqui em Mato Grosso, terra que foi descoberta pelos brasileiros na segunda metade do século XX. Estado que hoje é vanguarda em tecnologia da agricultura tropical, de onde saem modelos de produção que são exemplos para todo o país e que bate recorde de produção todos os anos. Produtores de Mato Grosso, contem com o nosso apoio, nossa admiração e a nossa lealdade”.

O Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, ressaltou a organização da classe produtiva do estado. “Há muitos anos, Mato Grosso vem se organizando nas questões de representatividade de classe. Em Brasília, temos muitos mato-grossenses à frente de entidades importantes. Isso mostra a força  que este estado tem e o respeito que a agricultura de Mato Grosso possui. A Famato pode contar com o apoio do Ministro da Agricultura e pode ter certeza que nós também esperamos contar com o apoio da Famato e das demais entidades para juntos buscarmos as soluções para o setor produtivo”.

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques, se colocou à disposição da nova diretoria da Famato. “Eu sei da importância desse setor para o nosso estado, por isso, Normando, você tem aqui um amigo, um companheiro que está disposto a buscar soluções e resolver as questões que atormentam o setor produtivo do nosso estado”.

Representantes do poder executivo de vários munícipios de Mato Grosso, dos poderes legislativos municipal, estadual e federal, presidentes de federações da agricultura dos estados de Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal e Pará e representantes das entidades de classe de Mato Grosso também prestigiaram a cerimônia.

Homenagens – Os membros da diretoria 2013-2016 do Sistema Famato receberam das mãos de Rui Prado um reconhecimento pelo período dedicado ao fortalecimento do setor agropecuário.

Prado, por sua vez, foi homenageado com o troféu Luiz Alfeu. Criado em 2011 pelo Sistema Famato, o troféu tem o objetivo de prestigiar os presidentes que cumpriram seu papel na gestão das entidades e que contribuíram para o desenvolvimento da agropecuária de Mato Grosso.

Representando todas a mulheres que trabalham em prol do setor produtivo de Mato Grosso, a produtora rural de Matupá, Cecília Stafuzza, também foi homenageada pela Famato.

Conheça os membros da nova diretoria do Sistema Famato

Presidente: Normando Corral

1º Vice-presidente: Francisco Olavo Pugliesi de Castro

2º Vice-presidente: Marcos da Rosa

Diretor de Relações Institucionais: José Luiz Martins Fidelis

Vice-diretor de Relações Institucionais: Luiz Carlos de Oliveira

Diretor Administrativo-Financeiro: Vilmondes Sebastião Tomain

Vice-diretor Administrativo-Financeiro: Valdécio Tarsis Rezende Fernandes

Suplentes da Diretoria:

1º Suplente: Antonio Carlos Carvalho de Sousa

2º Suplente: Édio Brunetta

3º Suplente: Milton Carlos Zolin

4º Suplente: Eduardo Minoru Sako

5º Suplente: Etso Rosolin

Diretorias Regionais:

Vice-presidente Região I: José Lino Geraldo Martins Rodrigues

Suplente: David Fernandes e Silva

Vice-presidente Região II: Maurildo Daniel Lauro

Suplente: Jairo Alves de Sousa

Vice-presidente Região III: Marcio Paes da Silva de Lacerda

Suplente: Luiz Carlos da Silva

Vice-presidente Região IV: Antonio Fernandes de Mello

Suplente: Otalécio Januário de Sá

Vice-presidente Região V: Gladir Tomazelli

Suplente: Daniel Guimarães Borges

Conselho Fiscal – Efetivos:

1) Benedito Francisco de Almeida

2) Dirceu Oliveira dos Santos

3) Joaquim José de Almeida

Conselho Fiscal – Suplentes:      

1) José Teixeira

2) José Aparecido Cazzeta

3) Ricardo da Silva Correa

Fonte: Ascom Famato