.........

Redução das tarifas de energia vai gerar benefícios também no campo, diz Pepe Vargas

.........

Ministro do Desenvolvimento Agrário participou nesta terça do lançamento do programa do governo federal

Emílio Pedroso

Foto: Emílio Pedroso / Agencia RBS

Ministro confirmou benefícios para agricultores

A agricultura também será beneficiada pela redução das tarifas de energia, disse o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, ao participar nesta terça, dia 11, da solenidade em que o governo detalhou as medidas. Vargas destacou que tanto a redução prevista para os consumidores residenciais, de 16,2%, quanto a estimada para o setor produtivo, de até 28%, terão impactos no setor agropecuário.
— (A medida) reduz (o custo) para o agricultor que gasta energia na agroindústria, reduz para o que faz irrigação, reduz para a agricultura familiar. Se for (um consumidor) de alta tensão, cai até 28%, se for de baixa tensão cai 16%. Para todos, há benefício — afirmou o ministro.
Nesta terça, o governo federal anunciou as condições da redução de tarifas de energia para consumidores industriais e residenciais.
Para viabilizar a redução de tarifas, o governo vai cessar a Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), encargo pago para financiar o uso de combustíveis para geração de energia termelétrica em sistemas isolados, e a Reserva Global de Reversão (RGR), que é paga para indenizar os investidores por possíveis reversões de concessão do serviço de energia elétrica. A Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que subsidia tarifas de energia dos consumidores de baixa renda, será reduzida a 25% do valor original.

AGÊNCIA BRASIL

Fonte: Ruralbr