.........

Receita das "top 20" de lácteos voltou a recuar

.........

Pelo segundo ano seguido, o faturamento das maiores companhias de lácteos do mundo caiu, segundo o Rabobank. O último levantamento "Global Dairy Top 20", divulgado pelo banco holandês, mostrou redução de 1,3% no faturamento das 20 maiores empresas do setor em 2016. Desde 2014, o faturamento em dólar das companhias caiu 14,4%.

De acordo com o Rabobank, a recuperação dos preços dos lácteos em 2016 aconteceu "muito tarde" para se refletir no faturamento das empresas do setor. Tanto é assim que a suíça Nestlé, a primeira no ranking em faturamento com lácteos, teve queda em sua receita. No último ano, as vendas da empresa no segmento somaram US$ 24 bilhões, ante US$ 25 bilhões no ano anterior.

O ranking do Rabobank mostra que a francesa Lactalis perdeu a segunda posição, em 2016, para a também francesa Danone, que cresceu a partir da aquisição da americana WhiteWave Foods, de produtos orgânicos. No ano passado, a Danone faturou US$ 18,3 bilhões, acima dos US$ 16,7 bilhões de 2015.

Na terceira posição do ranking, a Lactalis teve faturamento de US$ 18 bilhões em 2016 contra US$ 18,3 bilhões no ano anterior. Mas Lactalis tende a retomar a segunda posição no ranking, segundo o Rabobank. Isso porque, no início deste mês, a Lacalis acertou a compra da americana Stonyfield, que pertence à Danone.

Também houve mudança de posição no ranking entre a neozelandesa Fonterra, que caiu para a sexta posição, e a holandesa FrieslandCampina. Com a compra de 51% da paquistanesa Engro Foods, a Friesland assumiu a quinta posição, com faturamento de US$ 12,3 bilhões em 2016. Já a Fonterra faturou US$ 12 bilhões.

Por Luiz Henrique Mendes | De São Paulo

Fonte : Valor