Queda nos preços do milho deve calar críticos do etanol americano

A grande safra de milho esperada para os Estados Unidos em 2013 deve calar os críticos do etanol americano (feito a partir do grão), afirma o economista Bruce Babcock, da Universidade do Estado de Iowa.

Segundo ele, o preço do milho, que no ano passado superou a barreira dos US$ 8 por bushel, deve cair para aproximadamente US$ 4 após a colheita. “Com o milho barato, o debate ‘alimentos versus biocombustível’ não se sustenta”, afirma.

Babcock afirma ainda que, sem uma redução de área em 2014, os estoques americanos de passagem de milho podem superar as 63 milhões de toneladas em dois anos, mais de três vezes o volume remanescente da safra 2012/13 (que termina neste mês).

Ontem, o economista agrícola Pat Westhoff, da Universidade do Missouri, afirmou que o cenário-base para o preço do milho deve oscilar em torno de US$ 4,75 por bushel pelo resto da década, mas que a commodity pode cair a níveis próximos de US$ 3 se os Estados Unidos de fato colherem uma grande safra neste ano.

Westhoff observou que um recuo dessa magnitude “causaria muita consternação no interior do país e afetaria os padrões de investimento” no setor.

(Dow Jones Newswires)

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3201700/queda-nos-precos-do-milho-deve-calar-criticos-do-etanol-americano#ixzz2ZOrgCW2v

Fonte: Valor |