Quatro aplicativos para uso na agricultura

 

Ferramentas monitoram o clima, pragas, índice pluviométrico e permitem até a prática da agricultura de precisão

 

Foto:Divulgação/ Agri PrecisionAmpliar fotoQuatro aplicativos para uso na agricultura

Acoplado a um trator, celular gera contorno da propriedade

Do monitoramento de pragas e do clima, passando pela agricultura de precisão e medição do índice pluviométrico, o produtor pode gerenciar uma série de tarefas da propriedade com apenas um celular à mão. Conheça aplicativos que facilitam o dia a dia de quem trabalha no campo:

Compêndio agrícola Tem como objetivo ajudar o produtor a obter um primeiro diagnóstico de qual praga está atacando sua lavoura. Ao todo, estão listadas na ferramenta mais de 900 pragas associadas a 150 culturas, entre grãos, frutas e hortaliças.

No app, buscas podem ser feitas não só por praga ou cultura, como também por princípio ativo e nome do fabricante dos agroquímicos. O Compêndio Agrícola tem cerca de 1.800 produtos cadastrados. Segundo Lucinei Robson Loch, criador do app, as informações compiladas sobre defensivos são retiradas das bulas de fornecedores e do site do Sistema de Agrotóxicos Fitossanitários do Ministério da Agricultura, o Agrofit.

Para facilitar a identificação das pragas em campo, há no app fotos de insetos, ervas daninhas e fungos, todos identificados por seu nome científico. A ideia é facilitar o reconhecimento das pragas independentemente de nomes populares que tenham recebido em variadas regiões do país. Antes de combater qualquer praga, no entanto, o criador do app recomenda aos agricultores procurar um engenheiro agrônomo.

O app pode ser usado offline e permite compartilhar informações com outros usuários, seja por e-mail ou pelas redes sociais. O custo para download é de R$ 25; o app está disponível para iOS, Android e Windows Phone.

Agri Precision Como alternativa ao uso do GPS para a prática da agricultura de precisão, nasceu o Agri Precision. A ferramenta para celular guia os usuários durante na coleta de amostras de solo. A atividade ajuda a racionalizar o uso de fertilizantes e corretivos no campo.

Leonardo de Oliveira, criador da tecnologia, afirma que a maior vantagem é contar com uma interface simples, de uso intuitivo e que funciona com ou sem acesso à internet para armazenar dados. Quando conectado, ele dá a opção de enviar informações por e-mail.

“O aplicativo faz o trabalho de cadastrar seus projetos e talhões; gerar contornos; criar grades amostrais; navegar pelos pontos para fazer coleta de amostras; criar tabelas de dados contendo resultados e exportar os arquivos”, diz Leonardo.

São três os passos para chegar à fase da coleta de amostras. Primeiro, o usuário precisa criar o contorno da área dirigindo pelo perímetro com o celular acoplado ao trator ou clicando nos pontos do mapa. Depois, gerar a grade amostral, que é definida a partir da dimensão inserida pelo usuário no app ou pelo ajuste manual de cada um dos pontos. Finalmente, o aplicativo guia o usuário para que seja feita a amostragem.

Segundo Leonardo, para criar os mapas de precisão é necessário recorrer a softwares de computador. Os mapas de contornos e grades amostrais exportados pelo Agri Precision têm formato GPX, e as tabelas de dados CSV e TXT. A escolha do programa depende, então, desse fator. De acordo com Leonardo, a oferta de softwares é grande na internet.

Disponível para Android, o app é pago e pode ser adquirido por meio de assinatura mensal, que custa R$  9,50, ou  licença única de R$ 57.

Agritempo Saber a hora certa de irrigar, aplicar defensivos ou entrar com máquinas na lavoura é outra preocupação do agricultor, que varia, entre outros fatores, de acordo com sinais da previsão do tempo. Para ter acesso a informações confiáveis, vale testar o Agritempo, aplicativo  criado pela Embrapa Informática Agropecuária.

Além de poder se preparar para a chegada de nuvens carregadas, nele o produtor pode consultar mapas de monitoramento, índice de seca, histórico de chuvas e também temperaturas máximas e mínimas. Para os Estados da região Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país há possibilidade de consulta sobre risco de geada. As informações estão disponíveis para diferentes regiões brasileiras, bastando inserir o nome do município ou acionar o GPS para ver dados direcionados.

Uma vez tendo o celular conectado à internet, as informações são atualizadas. Na falta de conexão, ficam disponíveis os últimos dados visualizados. O app é gratuito e tem versão para Android.

Controle Pluviométrico Criado para substituir cadernos de medição de precipitação e planilhas de Excel, o aplicativo dispõe de um calendário para organizar marcações pluviométricas e permite dividir uma mesma área em porções menores. Outra funcionalidade é a geração de mapas de resultados a partir do cruzamento de marcações ao longo do tempo.

Implantada recentemente, a função “sincronizar” dá ainda a opção de salvar os dados na nuvem, para serem acessados de qualquer tipo de dispositivo. O app é gratuito e tem versão para iOS, Android e Windows Phone.

Marina Salles 

Fonte: Portal DBO