.........

Proposta de divisão do Pará é rejeitada por 66,6% dos eleitores

.........

Resultado da apuração final dos votos foi divulgado nesta segunda-feira (12/12)

por Globo Rural On-line

 AFP

No Pará, 66,6% dos eleitores rejeitaram a criação dos estados de Carajás e do Tapajós. (Foto: AFP)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta segunda-feira (12/12) a apuração final do plebiscito sobre a proposta de divisão do estado do Pará.
Pelo resultado, 66,6% dos eleitores rejeitaram a criação dos estados de Carajás e do Tapajós, enquanto 33,4% se disseram favoráveis. Houve 1,05% de votos nulos e 0,41% em branco, em um total de 3,6 milhões de votos válidos.
Pelos dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará,4,8 milhões de eleitores estavam aptos a votar, mas houve1,2 milhões de abstenções, o equivalente a 25,71% do total. Os eleitores compareceram a 14, 2 mil seções espalhadas em todo o estado.
Na votação, o eleitor teve de responder sim ou não a duas perguntas. Na primeira, se era a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado do Tapajós. Na segunda, se era a favor da divisão do Pará para a criação do estado de Carajás.
Ricardo Lewandowski, presidente do TSE, disse neste domingo (11/12), em Belém (PA), que a realização do plebiscito representou "um momento histórico" e comemorou o fato de a votação ter ocorrido de forma "ordeira e pacífica".
Lewandowski lembrou que o gasto com a realização do plebiscito foi inferior ao estimado inicialmente, que era aproximadamente R$ 25 milhões. Segundo ele, as despesas ficaram em torno de R$ 19 milhões, incluindo o uso das Forças Armadas.

Fonte: Globo Rural