.........

Programa de armazenagem no forno

.........

Fonte: Correio do Povo

 Déficit de estruturas no Estado foi alvo de audiência na Assembleia<br /><b>Crédito: </b>  marco couto / divulgação al / cp

Déficit de estruturas no Estado foi alvo de audiência na Assembleia
Crédito: marco couto / divulgação al / cp

O governo federal estuda a viabilidade de programa de estimulo à armazenagem voltado especialmente a cerealistas e cooperativa. À frente do pleito, Airton Ross, presidente da Associação de Cerealistas do Brasil (Acebra), disse que o programa pode ser lançado ainda em 2012. As bases, incluindo juros anuais de no máximo 6% ao ano, estão nas mãos de técnicos dos ministérios da Fazenda e da Agricultura. O dirigente acrescentou que, em janeiro, deve ocorre um novo encontro em Brasília. São boas notícias, já que o Estado convive com déficit de armazenagem, debatido ontem, na Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa. Na audiência, o deputado Altemir Tortelli sugeriu a criação de grupo de trabalho envolvendo órgãos estaduais, federais e deputados, para tratar das necessidades diretamente no Interior, onde estão os produtores. Tanto o projeto da Acebra quanto a formação do grupo são apoiados pelo presidente da Comissão de Agricultura, Ernani Polo. Segundo dados da Conab, o Estado tem capacidade estática para 26,2 milhões t, um déficit de 9% se consideradas as 28,8 milhões t colhidas em 2010/2011. Segundo o superintendente da Conab no RS, Carlos Farias, a alternância dos períodos de colheita garante o recebimento.