.........

Produtores de soja tem de destruir plantações

.........

Fonte: Da Redação do Alô Brasília

Estratégia para minimizar prejuízo em outras safras

Os produtores de soja do Distrito Federal têm até o dia 1º de julho para eliminar todas as plantas vivas de soja de suas respectivas áreas. A partir desta data, começa o vazio sanitário da soja, período de 90 dias sem cultivo da planta. A estratégia foi adotada para minimizar os prejuízos das safras subsequentes, e assim reduzir os efeitos causados pelo fungo Phakopsora pachyrhizi Sydow, que provocou um prejuízo de dois bilhões de dólares à sojicultura brasileira na safra 2005/2006. No período que antecede o vazio sanitário da soja, todas as plantas da espécie existentes devem ser erradicadas por controle químico ou mecânico. As germinações voluntárias que ocorram nesse período também devem ser eliminadas. Os produtores que não cumprirem a determinação estão sujeitos a sanções estabelecidas na Lei Distrital de Defesa Vegetal nº 3.287, de janeiro de 2004, e na lei de crimes ambientais, Lei nº 9.605/99.