Prêmios do açúcar em portos voltam ao azul

A diferença entre o preço do açúcar negociado no mercado futuro e o valor negociado nos portos (prêmio) voltou ao terreno positivo, após permanecer negativo desde o início da safra.

Na sexta-feira passada, o prêmio médio negociado para o embarque em setembro era de 20 pontos, enquanto o prêmio para embarque em outubro ficou em 40 pontos. Onze dias antes, o valor para entrega em setembro era negociado com um desconto entre 30 e 44 pontos, enquanto o açúcar para entrega em outubro variava de um desconto de 5 pontos para um prêmio de 3 pontos.

A valorização do prêmio é resultado de uma antecipação das tradings diante da decisão das usinas do Centro-Sul de cancelarem contratos para entrega no próximo mês, além da perspectiva de antecipação do fim da moagem da safra 2014/15. "Vamos ter um fim precoce desta safra e podemos ter um começo tardio da safra em 2015. Com a extensão da entressafra, a tendência dos prêmios é se fortalecerem antes da hora", explicou Gabriel Elias, analista da Olam International.

A alta também reflete o movimento de saída dos compradores da bolsa de Nova York em direção ao mercado físico brasileiro. Existe um certo receio em receber, no vencimento dos lotes da bolsa para outubro, o açúcar da Tailândia, que está deteriorado.

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3686232/premios-do-acucar-em-portos-voltam-ao-azul#ixzz3CjAstKoG

Fonte: Valor | Por Camila Souza Ramos | De São Paulo