Prêmio Futuro da Terra fomenta o desenvolvimento rural

 

Serão homenageados oito pesquisadores em cinco categorias

Em sua 19ª edição, o Prêmio O Futuro da Terra, promovido pelo Jornal do Comércio em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), homenageia pesquisas que fomentam o desenvolvimento da agricultura no Estado.

Neste ano, serão premiados oito pesquisadores em cinco categorias: Prêmio Especial, Preservação Ambiental, Cadeias de Produção Agrícola, Tecnologia Rural e Alternativa de Produção. A entrega dos prêmios ocorre no dia 31, durante a programação da 38ª Expointer, no auditório da Farsul, às 19h30min.

O diretor-presidente da Fapergs, Abílio Afonso Baeta Neves, salienta o compromisso com a manutenção da premiação no decorrer de quase duas décadas. "É raro termos um veículo de comunicação que mantenha uma ideia como essa por tantos anos. São quase 20 anos promovendo o desenvolvimento da pesquisa e da agropecuária para o Estado", destaca.

A divulgação das pesquisas, que aprimoram o agronegócio, é citada pelo dirigente como impulsionador das práticas mais eficientes e sustentáveis, melhorando a qualidade da produção do campo. "Essa constância na premiação mostra não só a disposição do JC de levar a sério o que acontece com o campo, mas também a preocupação em destacar o que é relevante no setor."

A seleção dos premiados é feita pelo Comitê de Ciências Agrárias da Fapergs, que identifica as melhores pesquisas direcionadas para o desempenho do agronegócio gaúcho. "Este é o aspecto mais notável: os premiados continuam repetindo a qualidade das publicações e das inovações", reforça Neves.

Prova da relevância do prêmio é a afinidade da pesquisa com inovações que irão construir o futuro da agricultura. "Temos premiados que se destacaram em preservação ambiental, tecnologia rural e agricultura de precisão", exemplifica Neves.

A partir hoje até a próxima quinta-feira, o JC publica os perfis dos premiados.

Fonte : Jornal do Comércio