Preços do arroz voltam a cair no Rio Grande do Sul

Colheita quase finalizada está entre os motivos de pressão das cotações do cereal

POR SCOT CONSULTORIA

|agricultura_arroz (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo)
A produção no Estado está estimada em 8,52 milhões de toneladas (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo)

Os preços do arroz voltam a ser pressionados no Rio Grande do Sul, principal Estado produtor do cereal, devido à maior oferta. De acordo com o Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA), a colheita do grão está praticamente finalizada no Rio Grande do Sul.

Até dia 8 de maio 98,6% das lavouras haviam sido colhidas, o equivalente a 1,11 milhão de hectares. O avanço semanal foi de 1,7 ponto percentual.

A produção no Estado está estimada em 8,52 milhões de toneladas e a produtividade média em 7,67 toneladas por hectare.

No Rio Grande do Sul, a saca de 50 quilos do arroz fechou cotado, em média, em R$35,37. Os preços caíram 0,9% em relação à semana anterior. A maior disponibilidade interna, com a colheita na reta final, pressiona os preços para baixo. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o arroz está custando 1,9% menos.

Fonte: Globo Rural