Preço baixo e queda na produção desanimam cafeicultores do ES

Safra do café conilon está chegando ao fim no estado.
Os produtores não estão nada satisfeitos com o balanço.

O produtor Jair Cuquetto terminou a colheita dos 75 mil pés de conilon há 20 dias.

Quando foi fazer as contas teve um susto, as perdas na produção foram maiores que o esperado. “Chegou a ultrapassar os 30%”, diz.

O ano passado, o agricultor colheu 1,9 mil sacas de conilon de 60 quilos. Este ano, a produção dele não passou 1,3 mil sacas.

A queda na produção aconteceu em praticamente todas as propriedades de São Gabriel da Palha, noroeste do Espírito Santo. Rogério Colombi também colheu menos e a explicação está no clima com chuvas além do normal na época da florada e calor excessivo na granação.

O ano passado, o estado bateu recorde na produção de conilon com 9,7 milhões de sacas. Este ano, os produtores esperavam uma boa colheita, mas não foi bem isso o que aconteceu. De acordo com a Cooabriel, a maior cooperativa de café do estado, no geral, a queda na produção chega a 30%.

A saca do conilon é vendida hoje por, em média, R$ 245, enquanto no mesmo período do ano passado, o valor era de R$ 265. Para recuperar as perdas, o produtor espera uma colheita melhor o ano que vem.

Fonte: G1