.........

Políticas públicas – Kátia Abreu faz primeira reunião para formular Lei Plurianual Agrícola

.........

Projeto dará ao país planejamento estratégico de longo prazo, diz ministra

Lei unificará programas da política do agronegócio, segundo Kátia Abreu  (Inácio Shibata)

A ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) se reuniu pela primeira vez, nesta quarta-feira (26), em São Paulo, com o grupo de alto nível criado para discutir a Lei Plurianual Agrícola (LPA). “Neste primeiro encontro, começamos a desenhar os pilares para termos um planejamento estratégico de longo prazo para a agricultura brasileira”, destacou a ministra. Os integrantes do grupo de trabalho têm seis meses para elaborar uma proposta de projeto de lei.

Além de estabelecer um planejamento estratégico para o setor agropecuário, a Lei Plurianual Agrícola vai tratar de temas como política agrícola, financiamento e seguro da produção. A lei tem ainda o objetivo de unificar todos os programas da política do setor do agronegócio em uma mesma legislação para um período de cinco anos.

Segundo a ministra, a LPA será dividida em capítulos para tratar de temas como seguro agrícola, financiamento, pesquisa e tecnologia, assistência técnica, entre outros. “Todos os temas estarão interagindo nesse plano”, disse. “Vim a esta reunião para apresentar minhas impressões, mas pretendo que nas próximas os membros do grupo trabalhem sozinhos.”

São integrantes do grupo de alto nível a ministra Kátia Abreu, o secretário de Política Agrícola, André Nassar, o ex-ministro e economista Antonio Delfim Neto, os economistas e doutores Antônio Salazar Brandão, Cláudio Adilson Gonzales e Juliano Assunção, o engenheiro agrônomo e doutor Eliseu Alves e o doutor Elísio Contini.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de comunicação social

Fonte : Mapa