.........

Plantio de soja alcança 92% da área total no Centro-Sul

.........

ANDRÉ NETTO/ ARQUIVO/ JC
A produtividade da soja pode ficar em 2.928 quilos por hectare nesta safra

A produtividade da soja pode ficar em 2.928 quilos por hectare nesta safra

No fim do mês de novembro, o porcentual da área plantada com soja na região Centro-Sul alcançava 92% e na região Norte-Nordeste 65%. A avaliação é de técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que divulgou nesta quinta-feira (8) o seu terceiro levantamento da safra 2011/12. Segundo a estatal, "diferentemente do que ocorreu na safra anterior, as chuvas nesta safra iniciaram mais cedo, o que permitiu o início dos trabalhos do plantio em fins de setembro, se intensificando na primeira quinzena de outubro".
A Conab prevê que a safra de soja deve ser de 71,287 milhões de toneladas, representando queda de 5,4% (menos 4,038 milhões de t) em relação à safra 2010/11. A produtividade pode ficar em 2.928 quilos por hectare. A área cultivada com a oleaginosa em 2011/12 está estimada em 24,35 milhões de hectares, correspondendo a um crescimento de 0,7% ou 169,2 mil hectares sobre a área semeada na safra passada.
O maior crescimento em área é observado na região Centro-Oeste, com aumento de 405,7 mil hectares ou 3,7%, totalizando 11,23 milhões de toneladas. O destaque é o Estado de Mato Grosso, onde a estimativa indica área de 6,77 milhões de hectares, 371,1 mil hectares acima da área cultivada em 2010/11. No Estado de Mato Grosso do Sul, a área cresce 52,8 mil hectares e em Goiás uma redução de 52,8 mil hectares, com a cultura perdendo área para o milho primeira safra.
O segundo maior crescimento em área ocorre na região Nordeste, estimada atualmente em 2,12 milhões de hectares, representando aumento de 170,2 mil hectares ou 8,7%. A soja é cultivada no sul do Maranhão, em Tocantins, no sul do Piauí e no oeste da Bahia, denominada de Matopiba, onde predomina a vegetação de cerrado e o período de chuvas permite o cultivo de lavouras.
Para a região Sul, a área estimada em 8,73 milhões de hectares são 4,4% inferior à cultivada na safra 2010/11. O Estado do Paraná apresenta a maior redução (menos 472,4 mil hectares), com esta área sendo ocupada com milho.

Fonte: Jornal do Comércio | Agência Estado