.........

Plano Safra pela inclusão

.........

Governo anuncia aporte de R$ 2,67 bilhões

Com aporte de R$ 2,67 bilhões, o governador Tarso Genro lançou ontem, em Soledade, o Plano Safra Estadual. São 33 medidas que vão priorizar ações de inclusão social e produtiva nas áreas rurais com extrema pobreza. Entre elas, a Bolsa Juventude de R$ 200,00 por mês, destinada a 2 mil jovens da área rural, e a inclusão de 6,5 mil novas famílias que recebem R$ 2,4 mil por mês para implantação de projetos produtivos para autoconsumo, totalizando 12,5 mil famílias.

Na visão do presidente da Fetag, Elton Weber, os recursos disponibilizados serão insuficientes pois foram ‘picoteados’ em diversos programas. ‘Seria preciso priorizar algumas ações’, destaca. Ele cita como exemplo o programa de irrigação com volume de R$ 10 milhões destinados a mil propriedades. ‘Vai beneficiar apenas duas propriedades por município’, estima. Para Weber, o auxilio à educação no campo e a distribuição de protetor solar atendem a antigas reivindicações. A coordenadora da Fetraf, Cleonice Back, concorda, mas esperava que a bolsa beneficiasse um maior número de jovens. ‘Estamos satisfeitos com a política específica para a juventude’, disse. Já a Farsul se limitou a opinar que o maior volume de investimentos são não orçamentários.

O foco no meio ambiente está entre as novidades, como a conversão de débitos do Feaper e Funterra em serviços ambientais e a contratação de empresa para apoio no cadastramento no CAR.

Fonte: Correio do Povo