.........

Plano Agrícola e Pecuário 2015/2016

.........

O Brasil investe mais no campo para avançar na produção de alimentos

O Governo Federal e o Ministério da Agricultura, Pecuária e  Abastecimento estão destinando mais de R$ 180 bilhões em  crédito para o campo, por meio do Plano Agrícola e Pecuário  2015/2016. O Plano garante um volume ainda maior de recursos  que nos anos anteriores, com especial atenção ao custeio e à comercialização da safra e ao fortalecimento do médio  produtor rural. São investimentos estratégicos para que o País  possa continuar aumentando a sua produção e garantindo a  oferta de alimentos de qualidade, com preço justo, para todos.

Novidades do Plano Agrícola e Pecuário 2015/2016

• Volume total de recursos: R$ 187,7 bilhões.
• Aumento de 20% nos volumes de recursos em relação à safra anterior.
• Custeio e comercialização: R$ 149,5 bilhões.
• Custeio equalizado: R$ 96,5 bilhões. Aumento de 6,5 bilhões em relação à safra passada.
• Investimentos: R$ 38,2 bilhões.
• Médio produtor (Pronamp): R$ 18,9 bilhões.
• Aumento de 17% em relação à safra passada.

Custeio

• Médios produtores (Pronamp): 7,75%.
• Grandes produtores: 8,75%.
• Aumento do limite de crédito por produtor de 8%.

 

Investimento

• 7% a 8,75% (faturamento de até R$ 90 milhões).
• Manutenção dos prazos, carências e limites de financiamentos.
• Programa ABC Florestas: novos limites de financiamento por produtor:
• Médios produtores (até 15 módulos): R$ 3 milhões.
• Grandes produtores: R$ 5 milhões.
• Garantia integral da aplicação dos recursos das Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) para o financiamento da safra no valor de R$ 30 bilhões.

 

Seguro Rural

• Orçamento aprovado para 2015: R$ 668 milhões.
• Sistema integrado de informações do seguro rural – SIS Rural
• Redução do custo do seguro mediante negociação direta entre grupos de produtores e seguradoras.
Padronização das apólices:
-  Nível de cobertura por apólice (mínimo de 60%).
-  Reduzir custo da franquia.

Financiamento da Agropecuária Brasileira

• R$ 270 bilhões investidos na agropecuária geram R$ 820 bilhões de valor adicionado no Agronegócio.
• Ou seja, cada R$ 1 investido na agropecuária gera R$ 3,03 de valor adicionado.

Fonte : MAPA