.........

PESQUISA E TECNOLOGIA – Tecnologia da Totvs auxilia no planejamento da safra e gestão da produção

.........

Através do sistema, o produtor pode visualizar a área alocada para cada cultura e os custos do processo de produção em tempo real

totvs-tecnologia (Foto: Divulgação/TOTVS)

Sistema também pode identificar a ocorrência de pragas ou doenças na plantação gerando um mapa de calor que mostra os níveis de infestação (Foto: Divulgação/Totvs)

A Totvs, empresa brasileira de software, lançou o Espaço de Experiências Sensacionais em sua nova sede em São Paulo, ambiente totalmente visual que traz cenários reais para demonstrar a funcionalidade de tecnologias desenvolvidas para setores como o agronegócio, manufatura e logística.

A companhia preparou um espaço dedicado ao agronegócio com um sistema voltado a coleta de dados no campo através de controle de pragas e doenças, gestão em tempo real de máquinas e aplicações de insumos, uso de planejamento estratégico e gestão através do uso de mapas e indicadores.

O diretor do segmento agroindústria da Totvs, Fábio Girardi, explica que as tecnologias funcionam “da porteira para dentro”, ou seja, constroem um conjunto de soluções para atender as necessidades internas da produção agrícola. Os sistemas auxiliam o produtor em etapas que vão desde o planejamento do plantio até a entrega dos produtos.

“O planejamento do plantio da safra funcionava em planilhas ou cadernos e nós trouxemos, como inovação, mapas colocados em um plano no qual o produtor pode visualizar as culturas em cada área em tempo real e pode ver a porcentagem que estão alocando para cada produto”, afirma Girardi.

 

A tecnologia mostra também em tempo real o custo do processo de produção. Em relação ao controle fitossanitário, o sistema pode ser executado através de um tablet, smartphone, drone ou até mesmo uma máquina agrícola. Funciona assim: o técnico agrícola caminha pela fazenda (ou o drone sobrevoa a área) coletando a ocorrência de pragas ou doenças para avaliação – é possível fotografar, gravar áudios e fazer anotações – e a plataforma recolhe as coordenadas.

A partir desses dados, a tecnologia gera um mapa de calor que mostra os níveis de infestação para que o produtor possa tomar uma decisão de controle. Segundo Fábio, o sistema é capaz de identificar algumas pragas por imagens, e, a cada utilização, acrescenta as informações à uma base de dados sem expor o usuário, fazendo apenas uma análise da massa.

A implantação do sistema leva no máximo 3 meses e o produtor recebe todo o acompanhamento da Totvs. O software é normalmente adquirido por grandes empresas através de um modelo de assinatura. No caso de produção de frutas, pode ser usado em terrenos a partir de 30 hectares. Já para grãos e cana o sistema funciona melhor em propriedades de 500 a 600 hectares.

POR ISABELLA SARAFYAN, DE SÃO PAULO (SP), COM VINICIUS GALERA

Fonte : Globo Rural