.........

Perdas com o hidratado

.........

O etanol hidratado não gerou margem econômica às usinas de áreas tradicionais de produção do Centro-Sul do país na temporada 2011/12, aponta levantamento de pesquisadores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) feita com apoio da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). A margem econômica – espécie de "margem líquida" que não considera o custo da usina com transporte – foi negativa em 1,9%.

Já a margem do etanol anidro foi positiva nas áreas tradicionais da região em 1,7%, enquanto o açúcar branco foi o produto que trouxe maior retorno econômico, com margem positiva de 22,7%. No açúcar bruto, o resultado positivo foi de 8,8%. A safra 2011/12 foi marcada por uma estiagem. (FB)

Mais em www.esalq.usp.br

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2844406/perdas-com-o-hidratado#ixzz27a6TQGmE

Fonte: Valor | Por De São Paulo