.........

Outras medidas para a citricultura são estudadas, diz presidente da Conab

.........

Leilão de Pepro para a laranja será feito nesta sexta, dia 28

Raphael Salomão | São Paulo (SP)

Marielise Ferreira

Foto: Marielise Ferreira / Agencia RBS

No último dia 19, o governo autorizou a liberação de R$ 120 milhões para a realização de leilões de PEP e Pepro

O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Rubens Rodrigues dos Santos, informou que estão sendo estudadas outras medidas para citricultura brasileira. Sem dar detalhes, ele ponderou, contudo, que os leilões de Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) e de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro), autorizados pelo governo, foram as alternativas possíveis encontradas neste momento.

– Neste momento, é onde o governo teve condições de auxiliar. Eu acho que de repente ficou muito dentro da possibilidade que nos poderíamos fazer. Até porque nós tivemos uma safra recorde de laranja. A questão da laranja faz parte da minha agenda. Estudamos outras maneiras de ajudar o setor – disse Santos, em entrevista ao RuralBR.

No último dia 19, o governo autorizou a liberação de R$ 120 milhões para a realização de leilões de PEP e Pepro. Nesta sexta, dia 28, vai ser realizado um leilão de Pepro que, segundo o Ministério da Agricultura, visa garantir o preço mínimo de R$ 10,10 por caixa.

De acordo com o edital, o leilão envolve a venda de 4,5 milhões de caixas da fruta in natura produzida em São Paulo e Minas Gerais na safra 2012. O prêmio máximo oferecido será de R$ 3,16 por caixa de 40,8 quilos. Cada participante poderá vender até 20 mil caixas.

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr