Ourofino fará oferta em outubro

A Ourofino, do segmento de saúde animal, decidiu prosseguir com sua oferta inicial de ações, a despeito do cenário político incerto. A companhia pretende definir o preço dos papéis em 17 de outubro, conforme antecipou ontem o Valor PRO, serviço de notícias em tempo real do Valor.

A Ourofino divulgará hoje o aviso da oferta, por meio da qual planeja captar de R$ 350 milhões a R$ 400 milhões. Segundo fonte a par do assunto, a empresa tem a sinalização de investidores interessados em adquirir as ações, o que dá a ela a tranquilidade de lançar a operação no meio da disputa eleitoral.

O frigorífico JBS, por sua vez, preferiu deixar para novembro ou dezembro a oferta inicial de ações da JBS Foods, unidade que reúne as operações com a marca Seara. A expectativa é que a operação movimente cerca de R$ 3 bilhões.

A JBS pretendia chegar à bolsa em outubro, entre o primeiro e o segundo turnos da eleição. Porém, a instabilidade no cenário político levou os bancos coordenadores da operação a recomendar que a empresa esperasse um pouco mais, apurou o Valor. Ontem, a perspectiva de vitória da presidente Dilma Rousseff (PT) provocou a maior queda da Bovespa em três anos.

Se for bem-sucedida, a Ourofino será a primeira empresa a estrear na bolsa brasileira neste ano. A oferta terá uma parte primária, em que os recursos vão para o caixa da empresa, e outra secundária, com venda de participação dos sócios. O J.P. Morgan lidera a operação, que também tem como coordenadores Itaú BBA, Bradesco BBI e BB Investimentos.

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3715778/ourofino-fara-oferta-em-outubro#ixzz3EnnJtmjR

Fonte: Valor | Por Talita Moreira | De São Paulo