.........

NÓS E O MEIO AMBIENTE

.........

Na semana internacional do meio ambiente, muitos temas vêm à público tratando sobre a degradação ambiental do planeta, é o desmatamento, é a energia nuclear, são combustíveis fósseis e suas conseqüências nas mudanças climáticas, no entanto, pouco se fala na nossa responsabilidade individual, nos nossos hábitos, na nossa cultura do desperdício e do mau consumo, ou seja, qual a nossa contribuição para a melhora da qualidade de vida?.

Tanto na nossa atividade doméstica, como na profissional, certamente temos muito a contribuir pelo menos para que a situação não se agrave. Como fazer isto? Está em nós a eleição daquilo que consumimos, como tal podemos escolher produtos menos poluentes, com embalagens que não resultem em resíduos não recicláveis. Nos supermercados passaram a embalar com bandeja de isopor e plásticos, até legumes e verduras. As camisas, vêm com 30 alfinetes, vários plásticos, na gola, nos botões, etc.. Procurar resistir a isto e deixar a embalagem nas lojas para que eles dêem um fim adequado ao resíduo ,e com isto, busquem junto ao fabricante que alterem o produto e suas embalagens. Não descartar óleo comestível na pia. Acondicionar o lixo seletivamente.

Os jornais e revistas estão vindo embalados em plásticos. Quando se adquire um celular da mesma marca e modelo do anterior, o carregador de bateria é outro ficando descartado o antigo. Os cartões de crédito poderiam ser um só para as diversas bandeiras. Devemos nos insurgir contra isto, para que estas práticas mudem.

Racionalizar o consumo de energia e água, não deixar lâmpada acesa, usar lâmpadas econômicas e ecológicas, evitar desperdício de água, bem fundamental da presente e das futuras gerações (lavagem de calçada, banhos demorados, torneiras vazando, descarga desregulada).

No dia a dia, evitar o transporte individual, ir a pé a curtos trajetos. Na atividade profissional, evitar imprimir documentos desnecessários, mantê-los em arquivo digital. Evitar repetidas idas e vindas a um mesmo lugar, onde poderíamos ir uma vez ao dia ou semana.

São exemplificativas e simples atitudes individuais, mas que no conjunto dos cidadãos terão grande significado ambiental. Para tanto, teremos que mudar nossos paradigmas e nossa cultura, com a certeza, de que com isto estaremos contribuindo de forma decisiva para um planeta mais saudável.

 

Ricardo Alfonsin
Presidente da Comissão de Direito Ambiental da OAB/RS