.........

NO MÊS DELAS – Sindicatos ofertam 8 turmas do Mulheres Empreendedoras Rurais

.........

Rafael Manzutti

No mês das mulheres, por meio da parceria entre Sindicatos Rurais e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-MT), sete municípios de Mato Grosso terão um programa especial criado especificamente para elas. O Mulheres Empreendedoras Rurais, formatado a partir do aumento do protagonismo feminino no agronegócio do Estado, acontece em Tabaporã (duas edições), Nova Mutum, Jauru, Campo Novo do Parecis, Sorriso, Porto Alegre do Norte e em Campo Verde.

Já com três edições do Mulheres Empreendedoras Rurais, o Sindicato Rural de Tabaporã, município do médio norte de Mato Grosso, viu na realização dos eventos a oportunidade de demonstrar a valorização da mulher no seu mês especial.

"Nós realizamos, no ano passado, um evento na cidade. E, neste ano, aproveitamos o mês da mulher para abrir essas duas turmas na zona rural para demonstrar como nós, do Sindicato, do SENAR-MT valorizamos a participação da mulher no setor", apontou o presidente do Sindicato, Marildo Daniel Lauro.

Nos dias 1º e 3 deste mês, as comunidades rurais Nova Fronteira e São Francisco iniciaram as atividades do programa, "com lotação máxima de 40 participantes", como frisou Marildo Lauro. Os seis módulos do programa acontecem ao logo de 40 horas de duração e os encontros devem encerrar em abril.

A proposta do Mulheres Empreendedoras Rurais é fornecer conhecimento a elas de forma que tenham as competências necessárias para o gerenciamento da propriedade rural. Aprendem aspectos de empreendedorismo, gestão financeira, planejamento estratégico, legislação aplicada à empresa rural, liderança, dentre outros.

A ideia do programa surgiu após o SENAR-MT perceber o crescimento da participação das mulheres nos programas Academia de Liderança e Sucessão Familiar. Tem aumentado também a presença delas na liderança dos Sindicatos Rurais. Dos 90 do Estado, atualmente cinco são presididos por mulheres e, nas últimas gestões, mais três ocuparam a função.

"É crescente o número delas ocupando posições de liderança no agronegócio. Entre 2011 e 2014, cresceu 20% o número de mulheres que participaram da Academia de Liderança e, entre 2012 e 2015, subiu 109% a participação no Sucessão Familiar", destacou o superintendente do SENAR-MT, Otávio Celidonio.

Lançado em 2016, o programa atendeu cerca de 140 mulheres, em nove turmas, no primeiro ano. Já para 2017, além das oito turmas abertas em março, outras duas acontecem em abril, nos municípios de Confresa e Porto Alegre do Norte.

O programa é destinado a mulheres acima de 16 anos, com escolaridade mínima de 5º ano do ensino fundamental. São até 20 vagas por turma. Para participar, basta procurar o Sindicato Rural do município para saber se há turmas e vagas abertas.

O SENAR-MT faz parte de um conjunto de entidades que forma o Sistema Famato. Essas entidades dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais do Estado. É formado ainda pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) e pelos 90 sindicatos rurais do Estado. O Senar está no Twitter e no Facebook. Siga @senar_mt e curta a Fan Page (www.facebook.com/SenarMt).

Da Assessoria

Fonte: Sistema Famato