Mudanças na política doméstica vão afetar importações chinesas de grãos

As mudanças nas políticas de produção de grãos na China, incluindo a redução do preço mínimo para o milho,devem ter impacto nas importações nos próximos anos, afirmou o BMI Research, em nota.

Na avaliação da consultoria, o preço mínimo menor combinado ao objetivo do governo chinês de escoar seus amplos estoques de milho ao mercado doméstico deve levar a uma redução das importações na temporada 2016/17.

Em contrapartida, o preço de suporte para trigo e arroz foi mantido. "Dessa forma, acreditamos que a produção de trigo vai aumentar rapidamente a partir da safra 2016/17. O crescimento dos estoques, por sua vez, irá ajudar a diminuir o volume de importações nos próximos trimestres", afirmou o BMI.


Estadão Conteúdo

Fonte: Famasul