MST ocupa fazenda em Hulha Negra

Cerca de 100 famílias estão em terreno localizado na Campanha

Cerca de cem famílias ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam novamente a fazenda Nossa Senhora Aparecida, em Hulha Negra, na região da Campanha, no início da manhã desta segunda-feira. Conforme um dos coordenadores regionais do MST, Ildo Pereira, a área, que possui aproximadamente 300 hectares, pertencia à União e foi repassada para o Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no último mês de novembro, por meio de portaria publicada no Diário Oficial da União, para o assentamento de famílias acampadas no Estado.
As famílias são oriundas dos municípios de Candiota e Santana do Livramento. “Nossa ação representa a retomada da luta pela terra na Campanha e o enfrentamento de um conservadorismo muito grande que existe na região em torno das nossas bandeiras. Agora, já queremos começar a produção de alimentos saudáveis”, explica Pereira. Na primeira quinzena de novembro, integrantes do MST já haviam montado acampamento no local.

Fonte : Correio do Povo