.........

Missão russa poderá contribuir para fim do embargo à carne brasileira

.........

Técnicos visitarão 19 estabelecimentos de bovinos, suínos e aves em cinco estados brasileiros

por Globo Rural On-line

Rogerio Cassimiro

Desde o embargo em 2011, Mapa promoveu treinamento para veterinários em relação às normas sanitárias da Rússia

O Brasil receberá a partir do dia 23/7 uma nova missão de técnicos do Serviço Federal de Fiscalização Sanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor). O objetivo da visita é dar continuidade na avaliação do sistema de inspeção e controle de segurança dos produtos de origem animal exportados para aquele país e reverter o embargo às carnesde Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul desde junho de 2011.
O roteiro da comitiva inclui visitas aos três Estados embargados, mais Goiás e Santa Catarina. Durante duas semanas, nove técnicos russos deverão inspecionar 19 estabelecimentos de bovinos, suínos e aves, além de unidades dos serviços veterinários estaduais, laboratórios e propriedades rurais. O grupo será subdividido em três equipes com três inspetores cada, uma para cada tipo de carne.
Desde que a Rússia suspendeu as exportações brasileiras das três unidades federativas, várias negociações e adequações técnicas foram tomadas para a superação desse entrave. Foram realizadas inúmeras reuniões entre os serviços veterinários dos dois países, visitas técnicas para tentar desbloquear o entrave e envio de correspondência para o novo ministro da Agricultura daquele país. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) também promoveu o treinamento de 228 veterinários em relação às normas sanitárias da Rússia e o envio de missão de técnicos brasileiros para visita a laboratórios russos.
Após a capacitação dos fiscais federais agropecuários, foram realizadas supervisões em 162 estabelecimentos exportadores de produtos de origem animal para a Rússia e enviados relatórios de auditoria e respectivos planos de ação relativos a estabelecimentos produtores de carnes bovina, suína e de aves, além de tripas e rações. Durante o período do embargo aos três Estados, as autoridades russas suspenderam as restrições que tinham sido impostas a 35 estabelecimentos em outros Estados, que assim, puderam voltar a exportar para aquele país.

Fonte: Globo Rural