MILHO – Plantio de milho safrinha deve cair 12,4% em 2017/18

O número representa queda de 1,356 milhão de hectares em relação à safrinha de 2016/17

agricultura_milho_ (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo)

A consultoria estimou a produção de milho segunda safra no Centro-Sul em 54,9 milhões de toneladas em 2018(Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo)

A consultoria AgRural projetou nesta sexta-feira, 15, recuo de 12,4% no plantio de milho safrinha em 2017/18, para 9,6 milhões de hectares, o que, segundo a consultoria, deve ser a menor área plantada desde 2015. O número representa queda de 1,356 milhão de hectares em relação à safrinha de 2016/17.

 

"Os principais motivos para a perda de área na segunda safra são o atraso no plantio da soja, que deixa a janela de plantio do milho mais curta, e os preços pouco atraentes do cereal, que não estimulam os produtores a estenderem o plantio para muito além da janela ideal", disse a consultoria. Segundo a AgRural, as maiores reduções de área são esperadas em Mato Grosso e Goiás.

A consultoria estimou a produção de milho segunda safra no Centro-Sul em 54,9 milhões de toneladas em 2018, ante 63,5 milhões de toneladas no ciclo anterior. A AgRural não projeta a área de milho no Norte e Nordeste devido ao calendário mais tardio e considera estabilidade na área da região até que a Conab comece a divulgar as estimativas para a safrinha 2018 em fevereiro.

Para o Brasil, a AgRural prevê área plantada de 10,8 milhões de hectares, contra 12,1 milhões de hectares na safrinha passada. A consultoria estima a produção brasileira em 59,2 milhões de toneladas, 8 milhões de toneladas abaixo da safrinha 2017. Com o número preliminar, a AgRural estimou a produção total de milho do Brasil em 84,1 milhões de toneladas, com queda anual de 13,5 milhões de toneladas.

POR ESTADÃO CONTEÚDO

Fonte: Globo Rural