.........

MILHO – Colheita do milho gaúcho atinge 38% da área no RS

.........

Produtores tentam colher o máximo possível do cereal antes de iniciar os trabalhos na soja que está em ponto de maturação

gaúchos aceleram a colheita do milho, que nesta semana atingiu 38% da área cultivada, desempenho próximo aos 39% registrados na mesma época do ano passado e acima dos 32% da média dos últimos cinco anos. Os dados são do levantamento semanal divulgado nesta quinta-feira pelo serviço de assistência técnica e extensão rural do governo do Rio Grande do Sul (Emater/RS).

Segundo os técnicos, as condições de tempo permitiram a conclusão da colheita da área de milho semeada mais cedo, onde a produtividade alcançada foi superior à expectativa inicial. Relatos de várias regiões apontam produtividades entre 8.500 a 12.000 quilos por hectare.

Eles relatam que a qualidade do grão colhido “é muito boa, não apresentando índices significativos de grãos avariados” e comentam que embora a umidade relativa do ar seja alta, os produtores estão colhendo as lavouras dentro dos parâmetros de umidade ideal.

A Emater informa que o milho das “áreas do tarde” (safrinha) está em fase final de plantio, embora fora do período recomendado pelo zoneamento agroclimático. “No geral, as lavouras do milho do tarde germinaram e se desenvolvem muito bem, inclusive as lavouras plantadas em início de janeiro/2016, que já estão recebendo a primeira adubação nitrogenada”.

Em relação à comercialização, os técnicos da Emater comentam que o preço do milho ao produtor subiu mais 1,31% nesta semana para R$ 34,89/saca, acima dos R$ 29,98/saca registrados na mesma época do ano passado.

Os técnicos observam que os preços do milho são considerados muito bons pelos agricultores, mas para os criadores suínos e aves está custando cerca de R$ 40 em alguns entrepostos e nas cooperativas. Em Rio Grande, no Porto, o cereal está cotado a R$ 43,00/saca.

POR REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte :Globo Rural