.........

Milho aguarda números do USDA e inicia pregão desta 4ª feira perto da estabilidade na Bolsa de Chicago

.........

As cotações futuras do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram a sessão desta quarta-feira (10) com ligeiras movimentações, próximas da estabilidade. Às 8h35 (horário de Brasília), os primeiros vencimentos do cereal exibiam altas de 0,25 pontos, com o maio/17 cotado a US$ 3,58 por bushel. O dezembro/17 recuava 0,25 pontos, negociado a US$ 3,84 por bushel.

"Os mercados de grãos estão um pouco mais tranquilos nos negócios iniciais, não se afastando muito antes dos níveis de fechamento do último pregão", reportou o site internacional Agrimoney.com. Isso porque, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), divulga na tarde de hoje seu novo boletim de oferta e demanda.

"Essa é a principal notícia do dia e traz as novas estatísticas para o mercado e a perspectiva é que o relatório mostre quedas nos estoques mundiais nas três principais safras negociadas em Chicago – milho, soja e trigo – e um recuo nos estoques dos EUA de milho e também de trigo", ressalta o Agrimoney.com.

Apesar das estimativas, ainda não é possível saber se as informações serão suficientes para ocasionar um rally nos preços. "No milho, o mercado continua a enfrentar um amplo suprimento global e doméstico", disse Benson Quinn Commodities.

Além disso, os participantes do mercado ainda acompanham as informações sobre o clima nos Estados Unidos. As previsões climáticas ainda indicam chuvas nos próximos dias no Meio-Oeste do país.


Notícias Agricolas

Fonte: Famasul