.........

Mendes suspende contratos suspeitos

.........

Ministro anuncia medidas para sanar problemas apontados pela CGU

 Mendes anunciou Bona Garcia como novo diretor financeiro da Conab<br /><b>Crédito: </b>  marcello casal jr. / abr / cp

Mendes anunciou Bona Garcia como novo diretor financeiro da Conab
Crédito: marcello casal jr. / abr / cp

O ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, anunciou ontem que suspendeu parte dos contratos da Pasta suspeitos de irregularidades e que fará mudanças na direção da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). As medidas, de acordo com o ministro, foram tomadas após auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) detectar "falhas graves" em contratos da Pasta.
Denúncias de irregularidades em contratos levaram à demissão, em agosto, do então ministro Wagner Rossi. Segundo a CGU, a auditoria foi realizada a pedido da presidente Dilma Rousseff e do próprio ex-ministro Rossi. De acordo com Mendes, a Conab tem prejuízo anual de R$ 20 milhões. Segundo o relatório da CGU, empresas "laranjas" receberam R$ 6,5 milhões da companhia em 2011.
O ministro anunciou troca na diretoria financeira da Conab, que passa a ser ocupada por João Carlos Bona Garcia, e a assinatura de um contrato de gestão na companhia, nos próximos 30 dias. O documento vai traçar as metas e objetivos da companhia a partir do próximo ano. Além disso, trará normas rígidas de controle interno, que já estão em fase de implantação. "A perda de recursos públicos pela administração pública é inadmissível e os instrumentos que estamos implantando agora se impõem nesse sentido. Vamos descobrir o potencial do corpo funcional e examinar o potencial que precisa ainda ser buscado, quanto temos de prejuízo, e como recuperá-lo."
Sobre as falhas detectadas pela CGU, o secretário-executivo do ministério, José Carlos Vaz, afirmou que os contratos futuros considerados irregulares foram suspensos ou estão sob avaliação. Na Conab, segundo ele, não houve suspensão de contratos.

Fonte:  Correio do Povo