Meio ambiente – Preservação de nascentes será incentivada na região oeste de Santa Catarina

Selvino Giesel, Gilmar Zanluchi e Neivor Canton, durante a assinatura da formalização do projeto em âmbito estadual

Chapecó / Santa Catarina (11 de fevereiro de 2016) – Para sensibilizar sobre a importância da preservação de nascentes, uma vez que a escassez de água vai muito além do que simplesmente fechar as torneiras, será apresentado nesta sexta-feira, 12 de fevereiro, a partir das 9 horas, o Programa Nacional de Proteção de Nascentes, no auditório do Frigorífico Aurora Chapecó II (Antigo Saic), em Chapecó.

O programa Nacional foi idealizado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). Foi lançado em 2015 e, no mesmo ano, conseguiu proteger mais de 1400 nascentes de diversos Estados brasileiros. Agora, o programa será amplamente divulgado em âmbito Estadual. O programa ensina a proteger uma nascente em um dia, com cinco passos.

A apresentação do Programa será realizada pelo Superintendente do SENAR/SC, Gilmar Antônio Zanluchi. Participarão do encontro os coordenadores do programa de Olho na Qualidade Rural, iniciativa que integra o Encadeamento Produtivo desenvolvido pelo Sebrae/SC em parceria com a Cooperativa Central Aurora Alimentos, Senar, Sescoop, Sicoob, Fundação Aury Luiz Bodanese, Cooperalfa, Itaipu, Auriverde, Coolacer, Copérdia, Caslo, Cooper A1 e Coopervil.

O presidente da FAESC e do Conselho Administrativo do SENAR/SC, José Zeferino Pedrozo, destaca que a implementação do programa no Estado demonstra a preocupação do setor agropecuário com a qualidade da água e a preservação da biodiversidade catarinense . “A preservação das nascentes e dos olhos d’água é essencial para atender às necessidades do campo e dos centros urbanos, tanto para o consumo quanto para a produção de alimentos. A ideia é mostrar à sociedade brasileira que a conservação das centenas de milhares de nascentes em todo o Brasil é possível", disse.

De acordo com o vice-presidente da Cooperativa Central Aurora Alimentos, Neivor Canton, a reunião marcará o fortalecimento da parceria Aurora, cooperativas filiadas, Sistema FAESC/SENAR, Sescoop e Sebrae. “Esta será uma importante etapa voltada à preservação ambiental e otimização dos recursos naturais nas propriedades rurais da região”.

PROGRAMA NACIONAL
O Sistema CNA/SENAR disponibiliza treinamento com 8 horas/aula, com apoio dos Sindicatos Rurais, no qual são desenvolvidas atividades nas propriedades rurais que incluem: identificar o tipo de nascente para definir o melhor caminho para sua proteção; cercar a área para impedir danos causados por animais, homens ou veículos; limpar a nascente (retirar materiais que possam contaminar ou obstruir o curso natural da água); controlar a erosão e impedir que enxurradas soterrem a nascente e preparar o terreno e adubar as covas onde serão plantadas as mudas de espécies nativas para garantir o sucesso da recuperação da área da nascente.

No treinamento são apresentados os conteúdos sobre a importância da água, legislação ambiental, segurança e saúde no trabalho, cuidados com o meio ambiente, tipos de nascentes e formas de proteção. “Manter a nascente preservada minimiza os riscos de erosão, poluição ou outros acidentes naturais ou provocados pela intervenção humana”, explica Zanluchi.

Fonte : Canal do Produtor