Meio ambiente – CNA e Embrapa Cerrados comemoram ampliação de viveiro

Brasília (14 de dezembro de 2015) – A Embrapa Cerrados, unidade da Embrapa localizada em Planaltina (DF), realizou, no dia 10 de dezembro, a solenidade de inauguração da ampliação do viveiro da Unidade.  A iniciativa foi viabilizada com recursos de uma emenda parlamentar do então senador e atual governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, e complementa os recursos aportados por ações do Projeto Biomas, uma iniciativa da CNA e da Embrapa, que ganha reforço do Projeto Semeando o Cerrado, desenvolvido pela Rede de Sementes do Cerrado.

Participaram do evento os coordenadores do Projeto Biomas do componente Cerrado,e Semeando o Cerrado, respectivamente, Felipe Ribeiro e José Rozalvo Andrigueto; o chefe do Departamento de Parques e Jardins da Novacap, Rômulo Ervilha; e a Chefia e pesquisadores da Embrapa Cerrados. O chefe-geral da Embrapa Cerrados, José Roberto Peres, e o supervisor do Setor de Viveiros, Geovane de Andrade, agradeceram às instituições parceiras.

O viveiro da Embrapa Cerrados abriga mudas e sementes de pelo menos 150 espécies de plantas nativa do Cerrado. Com os recursos da emenda parlamentar foi possível adquirir uma câmara fria para armazenamento de sementes de espécies nativas, um triturador de resíduos orgânicos para aproveitamento de restos culturais, um compostador e duas carretas para trator, além de parte dos recursos terem sido aplicados na aquisição de materiais de custeio.

“As mudas plantadas pelo Projeto Biomas em experimentos de recuperação ambiental na Fazenda Entre Rios, localizada na região do Programa de Assentamento Dirigido do Distrito Federal (PAD-DF), a 65 quilômetros de Brasília, foram produzidas no viveiro da Embrapa Cerrados” afirma Felipe Ribeiro, com o apoio do técnico florestal do Projeto Biomas, Roberto Ogata. “As novas instalações vão ajudar em muito na conservação de sementes coletadas e na produção de novas mudas para futuros plantios na Fazenda Entre Rios”, explica Roberto Ogata. Na Fazenda Entre Rios, área experimental do Projeto Biomas no Cerrado, já foram plantadas mudas de mais de 10,6 mil árvores, de 87 espécies diferentes, no período de 5 anos.


Roberto Ogata, técnico florestal do Projeto Biomas no Cerrado

O PROJETO BIOMAS

O Projeto Biomas, iniciado em 2010, é fruto de uma parceria entre a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com a participação de mais de quatrocentos pesquisadores e professores de diferentes instituições, em um prazo de nove anos.

Os estudos estão sendo desenvolvidos nos 6 biomas brasileiros para viabilizar soluções com árvores para a proteção, recuperação e o uso sustentável de propriedades rurais nos diferentes biomas.

O Projeto Biomas tem o apoio do SENAR, SEBRAE, Monsanto e John Deere. No Cerrado, o Projeto Biomas conta com o apoio da Embrapa Cerrados, Emater/GO, Instituto Federal Goiano,  Universidade de Brasília – UNB e Universidade Federal de Goiás – UFG.

Coordenação de Comunicação Digital da CNA com informações da Embrapa Cerrados

Fonte : Canal do Produtor