.........

Mais Água sai do papel

.........

Lançado há pouco mais de quatro meses pelo governo estadual, o programa Mais Água, Mais Renda, que subsidia parte de investimentos em irrigação, recebeu 306 pedidos até agora. Segundo a Secretaria da Agricultura (Seapa), a meta é chegar a mil projetos até dezembro, aplicando R$ 75 milhões em subvenções, que podem chegar a 100% da primeira e da última parcela, no caso de agricultores familiares. Mas a falta de informação ainda é um gargalo: dos projetos recebidos, só 64 estavam em condições de prosseguir. O restante, segundo o coordenador do programa, André Sant”Ana Stolaruck, veio com a documentação incompleta. Por isso, devem ser fechados convênios com a Emater e o Sistema Ocergs-Sescoop/RS para capacitação de técnicos. Além disso, o técnico prevê maior interesse a partir da Expointer, onde haverá uma divulgação específica sobre o sistema e o programa. Executivo também pretende enviar projeto de lei à Assembleia Legislativa para tornar o programa permanente.
Produtor em Pejuçara, no Planalto Médio, Tiago Sartori foi um dos primeiros a assinar o termo de adesão ao Mais Água, Mais Renda, no lançamento do programa, em março. Na época, diante da burocracia do licenciamento ambiental, desconfiava que o projeto poderia não sair do papel. Com a simplificação do processo, os R$ 300 mil para compra do equipamento, que irá irrigar 40 hectares de milho, foram liberados pelo banco neste mês. "O incentivo foi decisivo." Já neste ciclo, ele pretende cultivar duas safras na mesma área e aproveitar os preços do milho e da soja.
OS BENEFÍCIOS
Agilidade no licenciamento ambiental e na outorga prévia do uso da água para açudes até 10 ha e áreas irrigadas até 100 ha;
Incentivo financeiro para a implantação e/ou ampliação do uso de sistemas de irrigação, como açudes e equipamentos para aspersão e gotejamento;
Agricultor ou pecuarista familiar: 100% de subsídio na primeira e na última parcela;
Médio produtor: 75% de subsídio na primeira e na última;
Agricultor empresarial: 50% de subsídio na primeira e na última parcela.
Saiba mais em: www.saa.rs.gov.br

Fonte: Correio do Povo / Seapa