.........

Mais de 5 milhões de animais são vacinados contra aftosa no RS

.........

2ª etapa da campanha de imunização começou no início de novembro.
Inspetores veterinários estão visitando locais de risco no estado.

Do G1 RS

Cerca de cinco milhões de animais com até dois anos de idade começaram a ser imunizados no início deste mês, na segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, no Rio Grande do Sul. Na primeira fase da mobilização, realizada no primeiro semestre, quase 98% do rebanho brasileiro, estimado em cerca de 212,4 milhões de animais, já havia recebido vacinas, como mostra a reportagem do Campo e Lavoura (veja no vídeo).

Na Serra gaúcha, o trabalho está sendo intensificado principalmente em propriedades consideradas de risco pela inspetoria veterinária. Nos últimos dias, vistorias foram executadas em propriedades. O trabalho também ofereceu orientações a pecuaristas sobre a importância da ação.

De acordo com as autoridades, têm direito a receber a vacina gratuita os produtores que participam do Programa Nacional de Apoio à Agricultura Familiar (Pronaf) e no Programa Estadual de Desenvolvimento da Pecuária de Corte Familiar (Pecfam) e que tenham até cem cabeças de gado.

Quem não se enquadra nos critérios, deve comprar as doses e apresentar as notas fiscais nos serviços veterinários oficiais para atualizar a situação do rebanho e comprovar a aplicação das doses. A vacinação é obrigatória e é o único recurso de prevenção contra a doença viral, altamente contagiosa e transmitida principalmente entre animais doentes e sadios.

Com as altas temperaturas, a orientação é que os produtores conservem as vacinas dentro de uma caixa de isopor com gelo. Cada frasco de cinquenta ml rende dez doses. Além disso, é preciso tomar cuidado com o local da aplicação. A segunda fase da campanha vai até o fim deste mês. Atualmente, Santa Catarina é o único estado do país livre da febre aftosa sem vacinação.

Fonte: G1