Lucro da companhia tem recuo

A ADM registrou um lucro líquido de US$ 718 milhões no quarto trimestre de 2015, alta de 2,4% em relação ao mesmo período de 2014. Em todo o exercício de 2015, contudo, a companhia contabilizou um lucro líquido 18% menor que no ano anterior, a US$ 1,85 bilhão.

Em comunicado que acompanhou o balanço financeiro, divulgado ontem, Juan Luciano, presidente do conselho e CEO da ADM, disse que "condições de mercado adversas" que impactaram muitos dos negócios da empresa no início de 2015 continuaram durante o quarto trimestre. Segundo a companhia, a dinâmica global reduziu as margens de todo o setor de exportação agrícola e da indústria de etanol nos EUA, bem como da indústria de esmagamento de soja em todo o mundo.

A receita líquida da ADM, por sua vez, somou US$ 16,44 bilhões no trimestre encerrado em 31 de dezembro, 21,3% abaixo do mesmo intervalo de 2014. Em todo o ano fiscal de 2015, a queda foi de 16,6%, a US$ 67,7 bilhões.

O lucro operacional do processamento de oleaginosas da ADM, o segmento mais representativo para a múlti, cresceu 9,3% em 2015, para US$ 1,57 bilhão. No quarto trimestre do ano, porém, houve uma baixa de 22%, a US$ 426 milhões.

Por Mariana Caetano | De São Paulo

Fonte : Valor