.........

LARANJA – Receita com exportação de suco cai 62,5% em fevereiro, mostra MDIC

.........

Volume total exportado no mês passado foi de 145,4 mil toneladas

laranja_suco (Foto: Thinkstock)

Em relação a janeiro de 2017, houve uma queda de 23,68% na receita dos exportadores de suco (Foto: Thinkstock)

A receita total com exportação de suco de laranja do Brasil caiu 62,5% em fevereiro na comparação com igual mês de 2016, de US$ 312,3 milhões para US$ 117 milhões, informou nesta quinta-feira (2/3), o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Em relação a janeiro de 2017, houve uma queda de 23,68% sobre os US$ 153,3 milhões registrados naquele mês.

O volume total de suco de laranja exportado no mês passado foi de 145,4 mil toneladas, 17,9% menor do que as 177,2 mil toneladas embarcadas em janeiro e 57,2% inferior ao total de 339,8 mil toneladas de fevereiro de 2016. As altas variações positivas e negativas entre os meses são comuns no mercado exportador de suco de laranja e ocorrem principalmente devido às escalas dos navios cargueiros utilizados para o envio da bebida ao exterior, os quais transportam grandes volumes da commodity.

Com o resultado de fevereiro, as vendas acumuladas de suco no primeiro bimestre alcançaram 322,59 mil toneladas, 29,4% a menos que o total de 456,98 mil toneladas embarcadas em igual intervalo de 2016. A receita acumulada entre janeiro e fevereiro somou US$ 270,31 milhões, 33,48% abaixo dos US$ 406,34 milhões de igual período de 2016.

Em fevereiro, as vendas do suco de laranja concentrado e congelado (FCOJ) tiveram uma receita de US$ 37 milhões, baixa de 5% sobre os US$ 38,96 milhões de janeiro e recuo de 83% sobre o total de US$ 128,9 milhões de fevereiro de 2016. O volume de suco concentrado ficou em 20,3 mil toneladas em fevereiro, 5% superior às 19,3 mil t de janeiro e 75,5% menor que as 83 mil t de fevereiro de 2016.

O faturamento com as vendas de suco não concentrado e não congelado (NFC) foi de US$ 80 milhões em fevereiro, baixa de 30% sobre os US$ 114,35 milhões de janeiro, e queda de 56,38% ante os US$ 183,4 milhões de fevereiro de 2016. Já o volume exportado de NFC somou 125,1 mil toneladas, queda de 20,77% sobre as 157,9 mil t de janeiro e recuo de 51,3% ante o total de 256,8 mil t de fevereiro do ano passado.

POR ESTADÃO CONTEÚDO

Fonte : Globo Rural