.........

Insumos pesam e produção de milho fica mais cara em MT

.........

Os produtores rurais do Mato Grosso terão de desembolsar 6,5% mais para semear a nova safra (2012/13) de milho. De acordo com dados do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), os desembolsos devem subir para R$ 1.636 por hectare, ante R$ 1.535 na temporada passada.

Na avaliação de Cleber Noronha, analista de mercado do Imea, os gastos com sementes, fertilizantes e defensivos são principais responsáveis pelo aumento. "Comparando só com o mês passado, eles foram 13,8%, 12,1% e 3,9% maiores, respectivamente", estima. O instituto calculou que o agricultor terá de desembolsar R$ 971,74 com este pacote de insumos, 17,5% mais do que no ano passado. Segundo Noronha, as sementes de alta tecnologia, transgênicas com resistência à lagarta do cartucho e herbicidas, ficaram 13% mais caras em junho.

No próximo mês, o Mato Grosso termina a segunda colheita (a chamada safrinha) do ciclo 2011/12 que, somada à primeira, deverá resultar numa produção de 13,1 milhões de toneladas. O volume representa um aumento de 87,5% sobre a safra passada. A liderança continua sendo do Paraná, com 16, 9 milhões de toneladas ao todo.

Segundo dados do Departamento Americano de Agricultura (USDA), a safra 2011/12 brasileira de milho representa 7,8% da produção mundial, com 67,7 milhões de toneladas. A estimativa é que o país exporte 12 milhões de toneladas, um aumento de 15,9% em relação ao ano passado. O mercado interno se mantém aquecido, pois o consumo nacional pode chegar a 50 milhões de toneladas, influenciado pelo aumento da produção de suínos e aves no país.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2750508/insumos-pesam-e-producao-de-milho-fica-mais-cara-em-mt#ixzz20VV5aiSR

Fonte: Valor | Por Janice Kiss | De São Paulo