.........

Inseticidas puxam as vendas de defensivos

.........

Fonte: Valor | De São Paulo

As vendas de defensivos renderam R$ 2,272 bilhões no Brasil entre janeiro a abril deste ano e cresceram 5% na comparação com o mesmo período de 2010, apontam estimativas divulgadas na semana passada pelo Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola (Sindag).

Conforme os dados apresentados à Câmara Temática de Insumos Agropecuários o aumento observado foi determinado pela forte demanda por inseticidas no intervalo, até por fatores sazonais. As vendas desses produtos cresceram 28% em relação ao primeiro quadrimestre do ano passado e alcançaram R$ 775 milhões.

Para os demais grupos de produtos relevantes que compõem o segmento de defensivos, as estatísticas do Sindag apontam queda das vendas de janeiro a abril. A maior baixa foi observada na área de fungicidas – 11%, para R$ 540 milhões -, e também recuaram as vendas de acaricidas (3%, para R$ 27 milhões) e herbicidas (2%, para 779 milhões).

No caso dos herbicidas, porém, já houve uma reação significativa em abril. No mês, as vendas atingiram R$ 149 milhões, 9% mais que em abril de 2010. No total, sinalizam as estimativas do Sindag, as vendas de defensivos em abril alcançaram R$ 392 milhões, 4% acima do montante verificado no mesmo mês do ano passado. (FL)

Mais em www.sindag.com.br