Inscrições de animais para a Expointer caem 3,53%

Com queda de 28,6%, adesão do Holandês foi considerada satisfatória

Feira será lançada oficialmente pelo Estado nesta quarta-feira

Com queda de 28,6%, adesão do Holandês foi considerada satisfatória

A adesão dos criadores à Expointer deste ano foi um pouco menor em relação ao ano passado. Dados da Secretaria da Agricultura e Pecuária divulgados ontem indicam uma redução de 3,53% na quantidade de animais inscritos. Neste ano, os criadores inscreveram 4.758 exemplares, contra 4.932 computados em 2014. Em percentual, a maior queda foi registrada nas raças bubalinas, com a presença de apenas sete animais, que representam redução de 58,82% sobre o ano passado. Em seguida, vêm os bovinos, com 406 inscritos e recuo de 16,8%.
Entre os animais de leite, o Holandês inscreveu 137 animais, de 20 expositores gaúchos, queda de 28,6% em relação ao ano passado. Na opinião do presidente da Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando), Marcos Tang, a raça atingiu um bom número de inscritos, "considerando-se todas as dificuldades que o produtor de leite e a sociedade em geral está passando em 2015".
Quanto aos motivos da diminuição de inscrições, Tang cita os custos elevados e dificuldade de mão de obra para tocar as atividades em duas frentes, na propriedade e na exposição. Segundo ele, o criador só vai à feira quando considera possuir animais dignos de uma boa representação da sua marca. "O negócio não permite aventuras e passeios sem propósitos", afirma o presidente da Gadolando.
Tang elenca fatores como transporte, trato dos animais, deslocamentos, custo com pessoal, refeições, alojamentos, preparador, produtos para preparo e eventuais medicações, que durante os nove dias do evento podem superar R$ 12 mil considerando a inscrição de 10 exemplares. Os maiores crescimento no número de inscrições ocorreram nos exemplares caprinos, alta de 29,03%, e nos zebuínos, crescimento de 28,17%.
Os bovinos de corte tiveram queda de 8,51% nas adesões e os equinos, recuo de 9,92%. As inscrições de ovinos para a feira aumentam 13,12%, e a de caprinos, 29,03%. A Expointer, que acontece de 29 de agosto a 6 de setembro, será lançada oficialmente pelo governo do Estado e entidades parceiras nesta quarta-feira, em evento no Palácio Piratini.

 

MARCO QUINTANA/JC

Fonte : Jornal do Comércio