.........

INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA| – Seara Agronegócios passará por perícia antes de retomar recuperação judicial

.........

Empresa com sede em Sertanópolis (PR) pretende apresentar plano 30 dias após fim da suspensão do processo; credores terão prazo para se manifestar

Soja em trem (Foto: Rumo ALL/Divulgação)

Companhia paranaense atua desde a produção agropecuária à logística e comercialização. (Foto: Rumo ALL/Divulgação)

<br>Uma determinação da Justiça fez travar o processo de recuperação judicial da Seara Agroindustrial, empresa com sede em Sertanópolis (PR). Antes de apresentar o plano de recuperação, a companhia precisará passar por uma perícia técnica contábil. A Seara entrou com pedido de recuperação judicial no início deste ano. A dívida da empresa é calculada em cerca de R$ 2 bilhões.

Segundo Paulo Guilherme de Souza, porta-voz da WQuality, responsável pelo plano da Seara, o objetivo da empresa é liquidar os débitos e retomar as operações. No plano está incluída a implementação de práticas de gestão, ações de governança e compliance, para mitigar riscos.

A Seara pretende apresentar plano de recuperação 30 dias após o fim da suspensão do processo judicial. Os credores, por sua vez, terão 15 dias para manifestar objeções a partir da anexação do plano ao processo na Justiça.

Entre as razões alegadas pela companhia para a recuperação judicial está a sua exposição à oscilação nos preços de soja e milho, que se valorizaram acentuadamente, dificultando as operações estruturadas da empresa.

POR REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte :Globo Rural