Imea revisa para cima produção de milho em 2014/2015

Instituto prevê colheita de 20,33 milhões de toneladas, alta de 18,2%

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Milho tem valorização na última semana
MT: queimadas causam estragos em 500 hectares de milho
O Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) revisou para cima as suas projeções para a produção de milho na temporada 2014/2015, de 20,33 milhões de toneladas, estimadas no mês passado, para 20,95 milhões de toneladas.

O resultado, se concretizado, representará um aumento de 18,2% em relação ao resultado obtido em 2013/2014.

Segundo o Imea, a mudança foi provocada pelo aumento nos números de área plantada e produtividade. O relatório prevê uma produtividade de 105,56 sacas por hectare, o melhor rendimento da história, e uma área de 3,31 milhões de hectare.

Em relação à comercialização, o relatório apurou que houve um avanço de 6,95 pontos percentual (pp), chegando a 76,2%. A cotação do milho no mercado disponível registrou média de R$ 15,25 a saca no último mês, o que é considerado um bom valor na comparação com as últimas temporada.

Para a safra 2015/2016, o Imea estima uma produção de 20,43 milhões de toneladas de milho, o que representaria um recuo de 2,5% ante em 2014/2015.

O resultado deve ser prejudicado pela queda na produtividade (-5%, para 100,23 sacas por hectare), uma vez que a área plantada deve aumentar em 3%, para 3,4 milhões de hectares.

A comercialização da produção futura chegou a 16,76% do total da safra, avanço de 11,59 pp, com um preço médio de R$ 16,12 por saca, um dos maiores patamares das últimas duas safras, atingindo graças à valorização do dólar.

– Mesmo sem ter uma noção plena dos seus custos para a próxima safra, o agricultor aproveita-se de os preços futuros estarem atrativos, e vai negociando sua produção mais cedo, no intuito de reduzir inseguranças – diz o Imea.

Fonte : Canal Rural